Publicidade

Estado de Minas

Incêndio se alastra e destrói unidade de conservação na Grande BH; veja imagens

Labaredas são combatidas com uso de aeronaves. Causas ainda estão sendo investigadas


postado em 17/09/2019 19:00 / atualizado em 17/09/2019 19:51

Vegetação é destruída pelas chamas dentro da unidade de conservação(foto: Leandro Couri/EM/D.A.Press)
Vegetação é destruída pelas chamas dentro da unidade de conservação (foto: Leandro Couri/EM/D.A.Press)

Um incêndio de grandes proporções atinge a Estação Ecológica de Fechos, unidade de conservação gerenciada pelo Instituto Estadual de Florestas (IEF), em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Uma longa linha de fogo se alastra rapidamente pela vegetação.  As chamas estão sendo combatidas por brigadistas com auxilio de aeronaves. As causas ainda estão sendo investigadas.

Ver galeria . 5 Fotos Incêndio se alastra pela Estação Ecológica de FechosLeandro Couri/EM/D.A.Press
Incêndio se alastra pela Estação Ecológica de Fechos (foto: Leandro Couri/EM/D.A.Press )


As chamas destróem uma parte do parque entre Nova Lima e Brumadinho. Uma extensa nuvem de fumaça cobre o céu, em meio às montanhas.  Mesmo de longe, é possível ver as grandes labaredas destruindo a área verde.

O combate ao fogo, que teve início por volta das 13h15, foi feito por dois  aviões air tractor. “Também auxiliam no combate 8 brigadistas da Copasa, 10  da Amda, 5 brigadistas contratados pelo Previncêndio e 4 funcionários do PE  da Serra do Rola-Moça. Dois caminhões-pipa da Vale também auxiliam no  combate, além de cinco veículos 4 x 4, da Amda e do  Previncêndio e duas  motos da Copasa”, informou o Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos  Hídricos (Sisema).

Susto no Aeroporto de Confins


Um incêndio se alastrou por uma vegetação nas proximidades do Aeroporto de Confins, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, na tarde desta terça-feira. Devido ao combate ao fogo, parte da MG-10 ficou fechada. As chamas também se aproximaram da torre de controle das aeronaves e ameaçou equipamentos de pouso e decolagem dos aviões, segundo o Corpo de Bombeiros. Não houve alterações nos voos.


Publicidade