Publicidade

Estado de Minas

Agentes encontram drogas e celulares na Nelson Hungria

Caso aconteceu na última sexta-feira (6) e direção da unidade abriu procedimento para investigar a ocorrência


postado em 07/09/2019 19:08

(foto: Reprodução/WhatsApp)
(foto: Reprodução/WhatsApp)

 

Drogas, telefones celulares e uma corda improvisada com tecidos do enxoval interno foram encontrados no Complexo Penitenciário Nelson Hungria, em Contagem, na Grande BH. O material foi apreendido por agentes penitenciários na manhã de sexta-feira (6).


Eles perceberam um vulto na área externa e avistaram o material, que estava emaranhado na concertina que antecede a muralha.


Em nota, a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), por meio do Departamento Penitenciário de Minas Gerais, informou que os agentes impediram a entrada de três aparelhos celulares, três chips, dois carregadores, dois invólucros médios com substância semelhante à maconha, uma porção pequena de substância semelhante à cocaína e dois pacotes de cola epóxi.


Os materiais estavam distribuídos em três caixas pequenas de madeira que foram lançadas para dentro dos muros da unidade.


A nota informa ainda que, após a apreensão, foram realizadas duas operações de revista. Uma delas na área próxima à horta, onde foram encontrados dois carregadores e um aparelho celular, dois chips, dois fones e sete pen drives.


Em um dos anexos foram localizados dois celulares, um carregador, um fone e uma corda artesanal, conhecida como teresa e usada pelos detentos para escalar as muralhas.


Segundo a secretaria, a direção da unidade está apurando o ocorrido para localizar os responsáveis pelos materiais e que “operações de revista em celas são rotineiras em unidades prisionais de todo o Estado e somam-se aos trabalhos diários preventivos que visam coibir a entrada e permanência de ilícitos no interior das unidades prisionais”.



Publicidade