Publicidade

Estado de Minas

Temporal derruba árvores em Ouro Branco; em BH, temperatura vai cair

Municípios da Região Central do estado tiveram chuva, granizo e ventos fortes na noite passada após passagem de frente fria


postado em 21/08/2019 11:13 / atualizado em 21/08/2019 12:56

Árvore caiu e atingiu um carro na Avenida Mariza de Souza Mendes, uma das principais de Ouro Branco(foto: Reprodução da internet/WhatsApp)
Árvore caiu e atingiu um carro na Avenida Mariza de Souza Mendes, uma das principais de Ouro Branco (foto: Reprodução da internet/WhatsApp)


Assim como ocorreu em Mariana, Ouro Branco, também na Região Central de Minas, teve estragos por conta de um temporal na noite dessa terça-feira. Árvores caíram e uma delas atingiu um carro, mas ninguém se feriu. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a chuva forte nos municípios foi provocada por um choque entre dois sistemas, mas não há previsão para que o fenômeno ocorra em Belo Horizonte. 

A chuva em Ouro Branco começou por volta das 19h de ontem. A estudante Érika Carvalho conta que a chuva forte acompanhada de granizo durou apenas 10 minutos, mas deixou prejuízos. “Pelo menos na avenida principal caíram três árvores, uma em cima de um carro, mas parece que não tinha ninguém. Ele estava estacionado. A rua ficou toda cheia de folhas, foi uma confusão. Agora, casa destelhada não tivemos notícia”, comentou nesta quarta-feira. Fotos que circulam nas redes sociais mostram as árvores caídas fechando vias no município. 

Queda de árvore danificou a rede elétrica em Ouro Branco(foto: Reprodução da internet/WhatsApp)
Queda de árvore danificou a rede elétrica em Ouro Branco (foto: Reprodução da internet/WhatsApp)


Em Mariana, o temporal ocorreu quase no mesmo horário. Ventos fortes acompanharam a precipitação e também houve granizo. Casas foram destelhadas e foram relatadas diversas quedas de árvores. A rede elétrica acabou atingida por galhos, o que deixou parte da cidade no escuro.

Uma força-tarefa foi montada pelo Corpo de Bombeiros, Guarda Municipal, Polícia Militar, e Defesa Civil para avaliar os estragos e ajudar os moradores que tiveram danos em suas casas. 

Conforme os bombeiros, também choveu em Barbacena e Conselheiro Lafaiete, mas sem ocorrências de danos.

Meteorologia 


Cléber Souza, do Instituto Nacional de Meteorologia, explicou o que provocou o temporal na Região Central ontem. “No fim de semana e início desta semana estávamos com uma massa de ar seco atuando. Quando chega uma frente fria, aumenta a umidade, causa choque térmico e formam-se nuvens para temporais”, explicou o meteorologista. 

Segundo ele, não é possível prever a ocorrência de granizo e ventos fortes, superiores a 50 quilômetros por hora, podem ter contribuído para a situação em Mariana. Durante a madrugada, também choveu na Zona da Mata e no Sul de Minas. 

O sistema que causou o temporal já está no litoral do Espírito Santo. Agora, a chegada de ventos frios do Sul do país à costa do Sudeste vai provocar a queda das temperaturas em Minas. “Como ele (sistema) joga umidade do oceano para o continente, na sexta e no sábado pode ter chuvisco em BH, mas a tendência é a temperatura cair”, informou. 

Nesta quarta, a temperatura mínima em Belo Horizonte foi de 14°C na Estação Meteorológica do Cercadinho, na Região Oeste. Na Pampulha, a menor foi de 18°C. A máxima hoje deve chegar aos 27°C. A partir de amanhã, a temperatura mínima na capital varia entre 14°C e 16°C e a máxima deve ficar na casa dos 24°C.

Nas regiões do Triângulo Mineiro, Noroeste e Norte, predomina uma massa de ar seco que mantém a temperatura elevada e a umidade abaixo de 30%. Na quinta-feira, os termômetros devem marcar 34°C no Norte. No Sul de Minas, a temperatura mínima será de 5°C. 


Publicidade