Publicidade

Estado de Minas

Gorilinha Sawidi faz aniversário e aparece para visitantes no Zoológico de BH; veja fotos

Jardim Zoológico de Belo Horizonte comemora aniversário do primogênito da família de gorilas


postado em 07/08/2019 12:00 / atualizado em 07/08/2019 14:59

Ele é o primeiro filho da gorila Lou Lou, uma das duas fêmeas adultas que vivem no Zoológico junto com o macho Leon(foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A Press)
Ele é o primeiro filho da gorila Lou Lou, uma das duas fêmeas adultas que vivem no Zoológico junto com o macho Leon (foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A Press)
É comemorado esta semana o aniversário do primeiro filhote de gorila nascido em um jardim zoológico da América do Sul, o Sawidi. O gorilinha que acabou de completar cinco anos na segunda-feira é o mais velho de quatro filhotes no Zoológico de Belo Horizonte. E, para marcar a data, foi realizado nesta quarta-feira o “Encontro com gorilas”, um bate-papo sobre a espécie, seus hábitos, características e curiosidades. Os presentes puderam alimentar os animais e conseguiram interagir com o grupo.

Ele é o primeiro filho da gorila Lou Lou, uma das duas fêmeas adultas que vivem no Zoológico junto com o macho Leon. Em 8 de junho de 2019, ele ganhou a companhia de mais um irmão, um filhote que já se tornou o xodó da família. Também filhos de Leon, mas com a fêmea Imbi, os meios-irmãos, Jahari e Ayo, completam o quarteto de gorilinhas que faz a alegria do público do Jardim Zoológico.

O aniversariante Sawidi, que significa amado, querido, desejado, faz jus ao nome. isso porque gorila muito esperto, brincalhão e ativo. Ele está sempre correndo, subindo nas mobílias das manobras. “Sawidi é muito próximo de todos do grupo. Aos cinco anos ainda é considerado um filhote. Os filhotes que vivem sob cuidados humanos podem viver entre 40 e 50 anos”, explica Rízzia Dias Botelho, bióloga e educadora da gerência de educação ambiental da Fundação Municipal de Parques.  Pela saúde emocional e coesão do grupo, logo o Sawidi apresentará todos os comportamentos normais de um macho adulto. Ele tem traços de que será um excelente silver back – designação para o gorila que possui as "costas prateadas" ou é visto como líder do grupo – como o seu pai.

Os gorilas fazem parte da subespécie Gorilla gorilla gorilla. Eles aparecem na lista vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza como espécie %u201CCriticamente Ameaçada%u201D(foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A Press)
Os gorilas fazem parte da subespécie Gorilla gorilla gorilla. Eles aparecem na lista vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza como espécie %u201CCriticamente Ameaçada%u201D (foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A Press)
Os gorilas fazem parte da subespécie Gorilla gorilla gorilla. Eles aparecem na lista vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza como espécie “Criticamente Ameaçada”. Isso em decorrência de fatores como caça comercial, doenças e perda de habitats. “Na natureza, eles sobrevivem em média 30 a 40 anos”, disse. Há mais de 40 anos o Zoológico de BH mantém gorilas em seu plantel e, desde então, busca a manutenção e reprodução dos animais, reafirmando o seu compromisso com a conservação da espécie.

ENCONTRO COM O PÚBLICO


“Fazemos o encontro e um bate-papo nesta quarta-feira. Em um certo momento, ocorreu a alimentação dos animais na área externa do recinto. Isso aumenta a probabilidade de aparecer toda a família de gorilas e se aproximar da área reservada para o público. Foi o que ocorreu”, disse a biologa.  E a criançada que visitava o local ficou muito feliz. O próximo encontro deve ocorrer em setembro quando Jahari fará aniversário.

O administrador Paulo Henrique Fonseca Goulart Pereira, de 37 anos, levou o sobrinho, de um ano e meio, nesta manhã para o Zoológico. "Sou do Rio de Janeiro, mas estou em BH por alguns dias. O zoo foi ideia da tia avó da criança que mora em BH. Ele viu o pequeno gorila mamando", contou. Ele disse que o que mais chamou a atenção foi a coragem do sobrinho de querer observar os animais bem de perto. "Ele gostou muito do gorila. Mas, também gostou de muitos outros animais como cobra, tartaruga, dragão-barbudo, hipopótamo, jacaré e elefante", acrescentou.

Entre os alimentos preferidos de Sawidi está a beterraba, que foi dada aos animais nesta manhã. Além do mais, eles gostam de frutas variadas, cenoura, mandioca, vagem, moranga, alface, brócolis, couve-flor, salsão, iogurte, biscoitos e bolinhos de primatas. Ainda assim, há alimentos que ele não gosta, como mostarda e espinafre. 

A bióloga Rízzi explica que o mais novo filhote não se desgruda da mãe. Ele, que nasceu em junho deste ano, ainda não tem nome. “Não conseguimos identificar o sexo do bebê. O filhote fica uto agarrado a mãe e não queremos fazer a contenção. Mas, logo logo saberemos”, explicou. Assim que souberem, a Fundação Municipal de Parques deve abrir a enquete para o nome junto com a Secretaria Municipal de Educação.

Conheça o grupo de gorilas do Zoológico de Belo Horizonte

IMBI - Nascimento: 2000/ Quando chegou ao Zoo de BH: 2011/De onde veio: Reino Unido
LEON - Nascimento: 1998/Quando chegou ao Zoo de BH: 2013/De onde veio: Espanha
LOU LOU - Nascimento: 2004/Quando chegou ao Zoo de BH: 2013/De onde veio: Reino Unido

SAWIDI - Nascimento: 5 de agosto de 2014, no Zoo de BH/Pais: Lou Lou e Leon
JAHARI - Nascimento: 10 de setembro de 2014, no Zoo de BH/Pais: Imbi e Leon
AYO - Nascimento: 8 de maio de 2017, no Zoo de BH/Pais: Imbi e Leon
FILHOTE SEM NOME - Nascimento: 8 de junho de 2019, no Zoo de BH/Pais: Lou Lou e Leon

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade