Publicidade

Estado de Minas

Casal é preso por cometer assaltos em motocicleta adulterada com fita isolante

Polícia acredita que homem e mulher mudavam a numeração da placa todos os dias para não serem reconhecidos


postado em 05/08/2019 18:27 / atualizado em 05/08/2019 19:11

Com o casal, foram apreendidos celulares, dinheiro e uma réplica de arma de fogo(foto: PM/Divulgação)
Com o casal, foram apreendidos celulares, dinheiro e uma réplica de arma de fogo (foto: PM/Divulgação)

Um homem, de 20 anos, e uma mulher, de 27, foram presos na tarde desta segunda-feira. De acordo com a Polícia Militar (PM), o casal é suspeito de cometer uma série de assaltos na Região da Pampulha. Eles usavam uma motocicleta e adulteravam a placa com fita isolante todos os dias.

Militares da 8ª Cia do 34º Batalhão da Polícia Militar já monitoravam o casal de acordo com as características de roubos anteriores. Os dois foram preso no Bairro Castelo. Ao reconhecê-los, a polícia montou o cerco e quando o casal viu as viaturas tentaram fugir. Policiais que atenderam a ocorrência acreditam que esles se preparavam para cometer outro roubo

Ele cometia os assaltos em Belo Horizonte e depois fugiam para Contagem, onde moram. “Eles andavam juntos justamente para ludibriar a fiscalização porque dificilmente casal é abordado”, acredita o major Lima.

Casal suspeito de cometer assaltos deixava duas crianças sozinhas em casa(foto: PM/Divulgação)
Casal suspeito de cometer assaltos deixava duas crianças sozinhas em casa (foto: PM/Divulgação)
Segundo os militares, a dupla deixava em casa duas crianças, uma de 4 anos e outra de 6, filhas da suspeita, R.F.S. Elas ficavam sozinhas durante o dia enquanto o casal saía para cometer os roubos e chegavam somente à noite. O rapaz, M.V.M.O., de 20 anos, morava na casa dela há cerca de um ano. 

Durante os assaltos, o rapaz pilotava a motocicleta, parava próximo à vítima na rua, apontava a arma, enquanto a mulher recolhia os pertences das pessoas, dentre eles relógios, joias e celulares. “Quando a vítima negava, eles batiam na pessoa, roubavam e fugiam”, contou o policial militar.

Aos militares, o casal assumiu a autoria de pelo menos cinco roubos, mas a polícia acredita que eles são responsáveis por mais de 20 e está em busca de vítimas que reconheçam os suspeitos. 

A motocicleta foi apreendida com uma réplica de arma de fogo, celulares e dinheiro. O casal foi levado para o registro da ocorrência na 8ª Cia da PMMG. As crianças ficaram  sob os cuidados da irmã da suspeita. 
 
 
Policiais militares apreenderam os materiais roubados(foto: PM/Divulgação)
Policiais militares apreenderam os materiais roubados (foto: PM/Divulgação)

*Estagiária sob supervisão da editora-assistente Vera Schmitz.
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade