Publicidade

Estado de Minas

PM prende motorista de aplicativo que prestava serviço em carro clonado

Motorista também apresentou documento falso do veículo, que fazia transporte privado desde abril deste ano


postado em 02/08/2019 23:18 / atualizado em 05/08/2019 19:21

(foto: Divulgação/Polícia Militar)
(foto: Divulgação/Polícia Militar)

 

A Polícia Militar prendeu um motorista de aplicativo por receptação na tarde desta sexta-feira (2), em Belo Horizonte. Segundo a corporação, o suspeito trabalhava em um carro clonado e com documento falso.

A PM chegou até o carro durante um patrulhamento a pé. Os militares checaram a placa do veículo e perceberam que ele havia sido furtado em 5 de julho.


De imediato, os militares abordaram o motorista. Ele informou que se tratava de um carro alugado e comprovou que estava trabalhando na data do furto.


De acordo com a polícia, a partir daí, os militares acionaram o proprietário do veículo para que ele desse explicações. O dono do carro chegou à 6ª Companhia, na Rua dos Carijós, Centro da cidade. Ele confirmou a placa e o modelo do carro, mas informou à guarnição que aquele não era seu veículo.


Por isso, a polícia checou outras informações sobre o carro, inclusive o número do chassi, e verificaram que a placa não batia com os dados apresentados no sistema. Assim, a polícia percebeu que se tratava de um veículo clonado. O mesmo aconteceu com a documentação do carro.


O homem prestava serviço, desde abril último, ao aplicativo 99 Pop. A reportagem entrou em contato com a assessoria de comunicação da plataforma para obter um posicionamento, por volta das 18h40 de sexta, mas só obteve resposta nesta segunda-feira (5). 

 

Em nota, o aplicativo disse que está apurando o caso. Também informou que "a empresa repudia qualquer ilegalidade cometida dentro da sua plataforma e está disponível para colaborar com a polícia, caso necessário".

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade