Publicidade

Estado de Minas

Brigas entre torcedores de Atlético e Cruzeiro são registradas em BH após o clássico

Ao menos duas ocorrências foram registradas em dois pontos da capital mineira. Cinco pessoas foram encaminhadas para a delegacia


postado em 18/07/2019 14:49 / atualizado em 18/07/2019 15:09

(foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
(foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)

Torcedores de Atlético e Cruzeiro protagonizaram cenas de violência depois do clássico pelas quartas de final da Copa do Brasil. O Galo ganhou por 2 a 0, placar insuficiente para reverter a vantagem do time celeste, que venceu a primeira partida por 3 a 0. Depois do jogo, brigas generalizadas foram registradas na Savassi, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte, e no Bairro União, na Região Nordeste. Ao menos cinco pessoas foram detidas.

Uma das brigas aconteceu na região da Savassi. De acordo com a Polícia Militar (PM), um tumulto foi registrado por volta das 1h40. No local, ao menos duas confusões teriam ocorrido entre torcedores das duas equipes. Entre as pessoas que se envolveram no tumulto estavam pai e filho, de 44 e 24 anos. Os dois e mais um jovem de 24 anos foram detidos e encaminhados para a delegacia.

Na noite de quarta-feira, um outro tumulto foi registrado. Desta vez, na Rua Alberto Cintra, no Bairro União, na Região Nordeste da cidade. Por volta das 22h, uma briga generalizada foi registrada. Testemunhas informaram que dois irmãos gêmeos que teriam provocado as outras pessoas no local.

Quando os militares chegaram, os irmãos, de 18 anos, já estavam detidos em outra viatura. Os dois foram levados para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Nordeste, onde receberam atendimento médico. Segundo a PM, foi necessário fazer uso da força para conter os dois, que estavam exaltados. Eles foram levados para a Central de Flagrantes da Polícia Civil.

Ônibus danificado


O ônibus do Cruzeiro foi atacado por vândalos na saída do Estádio Independência na noite desta quarta-feira. De acordo com informações da assessoria de imprensa do Cruzeiro, publicadas no site oficial do clube, “o ônibus que transportava a delegação foi alvejado na Avenida Silviano Brandão por vândalos que atiraram pedaços de pau, pedras e garrafas, que por pouco não atingiram atletas, membros da comissão técnica e da diretoria”. Ainda segundo as informações do clube, nenhum integrante da delegação sofreu ferimentos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade