Publicidade

Estado de Minas

Policiais militares lotam Hemominas para doar sangue


postado em 16/07/2019 10:39 / atualizado em 18/07/2019 17:13

Alunos da Escola de Formação de Oficiais da PM doam sangue no Hemominas(foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A Press)
Alunos da Escola de Formação de Oficiais da PM doam sangue no Hemominas (foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A Press)
O Hemominas foi tomado na manhã desta terça-feira por 50 alunos e cadetes da Escola de Formação de Oficiais (EFO) da Polícia Militar. Eles doaram sangue e alguns se cadastraram ainda no banco de medula. A iniciativa é parte de uma série de ações solidárias em comemoração aos 244 anos da instituição.

“É importante destacar junto aos policiais da escola o gesto solidário para com os que estão necessitados de ajuda e, assim, aproximar a PM da sociedade”, afirmou o coordenador da campanha, tenente Pedro Veloso. O saguão do Hemominas ficou lotado no início desta manhã.

O aluno Wesley Miranda, de 43 anos, já havia feito há alguns anos o cadastro para medula e, nesta terça, aproveitou para doar sangue mais uma vez. “É gratificante e importante as pessoas não deixarem para doar só quando algum conhecido precisa. É um procedimento simples, rápido e que pode salvar vidas”, disse.

Outro aluno, Flávio Oliveira, de 42, também já havia doado sangue e renovou a alegria do gesto. “É uma sensação de bem-estar saber que posso ajudar quem precisa de uma transfusão”, relatou. Já o aluno Rogério Oliveira, de 39, doou pela primeira vez. Já no cadastro, quando a atendente fura o dwedo para ver o nível de hemoglobina, ele se recusou até mesmo a ver. Mas o medo foi vencido: “Uma hora tem que criar coragem, e faço por uma causa nobre”. O Hemominas lembra que julho é mês d férias e também de doação de sangue.

A idade para doação é entre 16 e 69 anos. Jovens de 16 e 17 anos e maiores de 60 anos devem consultar condições especiais no site www.hemominas.mg.gov.br. Quem já doou, deve observar o prazo entre doações de sangue – homens: 60 dias e até quatro vezes por ano; mulheres: 90 dias e até três vezes por ano.

Além da doação de sangue, a EFO promove ainda uma campanha de doação de alimentos, em parceria com a população. Cestas básicas serão montadas e encaminhadas à Defesa Civil do estado. Até o dia 30, os interessados podem doar arroz (pacote de 5 quilos), feijão (1 kg), açúcar cristal (2 kg), leite em pó (lata de 400 gramas), macarrão (500 gramas), óleo (900 ml) e farinha de mandioca (1 kg). As doações devem ser entregues na Rua Diabase, 320, no Prado.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade