Publicidade

Estado de Minas

'Milagre': motorista não sofre ferimentos ao capotar caminhão na BR-262

Idoso que conduzia o veículo de carga perdeu o controle da direção, saiu da pista e desceu um barranco, onde capotou. Bombeiros levaram vítima para hospital apenas por precaução


postado em 09/07/2019 20:18 / atualizado em 09/07/2019 20:31

(foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros)
(foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros)

 

Um milagre. Assim, militares que se deslocaram ao Km 784 da BR-262, na tarde desta terça-feira (9), descrevem um acidente ocorrido com um caminhão. O veículo capotou e deslizou por um barranco às margens da rodovia. Ainda assim, um idoso de 70 anos, que conduzia o meio de transporte e chegou a ficar preso às ferragens, não sofreu qualquer ferimento.


De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o motorista foi levado ao Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (HC-UFTM) por precaução. Contudo, um militar que esteve presente ao local contou ao Estado de Minas que o idoso conversava com a guarnição e não reclamava de dores no corpo.


Se não houve registro de feridos, o acidente deixou reflexos no fluxo de veículos na BR-262. Segundo a PRF, os dois sentidos da rodovia foram interditados nas proximidades do distrito rural de Peirópolis, em Uberaba. Com isso, o engarrafamento alcançou cinco quilômetros em cada um dos sentidos, conforme a polícia.


O bloqueio durou uma hora e 20 minutos, das 16h20 até por volta das 17h40, ainda de acordo com a corporação. A interdição aconteceu por conta do trabalho dos bombeiros para retirar o idoso de dentro da cabine do caminhão.


O veículo, segundo a PRF, ficou completamente destruído. O caminhão não estava carregado. A Triunfo Concebra, empresa responsável pelo trecho, também prestou apoio à polícia e aos bombeiros. A companhia deslocou um guincho para erguer e retirar o veículo do barranco.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade