Publicidade

Estado de Minas

Sem reposição de profissionais, Hospital das Clínicas fecha 30 leitos

Os 30 leitos fechados estão localizados nas unidades de cirurgia, clínica médica e terapia intensiva


postado em 09/07/2019 18:47 / atualizado em 10/07/2019 17:10

(foto: Euler Junior/EM/D.A Press )
(foto: Euler Junior/EM/D.A Press )

 

Unidade de saúde de referência de Belo Horizonte, e até de Minas Gerais, está precisando de cuidados e atenção. Nos últimos seis meses, o Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), administrado pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), precisou fechar 30 leitos, entre cirúgicos, de clínica médica, e terapia intensiva. A medida foi tomada por causa de desligamentos de funcionários, que saíram por aposentadorias ou exonerações, e a falta de reposição. Situação que deve permanecer, pois não há concursos públicos previstos. Enquanto isso, os 50 mil pacientes de média e alta complexidade que são atendidos todos os meses, encontram um serviço comprometido.

Os desligamentos de funcionários vêm acontecendo desde janeiro, por diferentes motivos. Entre eles, exonerações e aposentadorias. Atualmente, são 2.870 profissionais em atividade no hospital, de um quadro de 3.175 vagas autorizadas pelo governo federal. Ou seja, um déficit 305 empregados. “Nos últimos seis meses, a medida que os funcinpáiros foram aposentando ou exonerados, foram fechando (os leitos), pois não tem reposição. É obrigado ter concurso para a contratação, mas a política não quer fazer concurso”, lamentou Marta Auxiliadora Reis, Presidente do Conselho do Hospital das Clinicas.

A unidade é referência para a capital mineira e o estado. Pacientes de vários municípios mineiros que precisam de atendimeto de média e alta complexidade, como transplantes, são levadas para o hospital. Além disso, no local são desenvolvidos o ensino, a pesquisa e a assistência. Serviços que estão prejudicados com a falta de pessoal. “Está compromentendo cada dia mais. Os usuários estão adoecendo mais, principalmente nesta época do ano. Como tem uma pactuação estadual e municipal para atendimentos de alta complexidade, recebe atendimentos de pessoas que têm que ir para CTI, fazer transplante, cirurgias às pressas. Hoje não podemos receber”, desabafou Marta Reis.

Por meio de nota, a assessoria de imprensa do Hospital das Clínicas afirmou que o fechamento dos leitos foi feito para não comprometer os serviços prestados à população. “Para garantir a segurança e a qualidade do serviço de saúde prestado à população, o HC-UFMG reduziu, gradativamente, nos últimos meses, o número de leitos em funcionamento, passando de 504 para 474. Os 30 leitos fechados estão localizados nas unidades de cirurgia, clínica médica e terapia intensiva”, afirmou.

O hospital informou, ainda, que, “como não há concurso público vigente e até o momento não há concurso público autorizado no âmbito da Ebserh pelo Governo Federal, o HC-UFMG não pode realizar a reposição desses trabalhadores”. “A instituição esclarece que a falta da reposição de pessoal não tem relação com o contingenciamento de 30% do orçamento das Instituições Federais de Ensino Superior (Ifes) anunciado pelo Ministério da Educação em abril. E acrescenta que, junto à Ebserh, tem solicitado ao Governo Federal a autorização de novos concursos públicos, a fim de permitir a reposição automática de trabalhadores e de manter o seu quadro de funcionários completo”, finalizou.  

 

Em nota, a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) informou que liberou, na última sexta-feira (5), vagas para o hospital universitário convocar profissionais aprovados no concurso realizado pela Ebserh no ano passado. 

 

Além disso, a estatal disse que solicitou aos hospitais sob sua administração um estudo da força de trabalho de cada um deles. O objetivo é identificar a quantidade de novos servidores necessários para que os hospitais universitários possam continuar formando profissionais de saúde e prestando atendimento à população. 

 

Confira o posicionamento na íntegra abaixo:

 

"A Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) informa que para não prejudicar os serviços educacionais e assistenciais prestados pelo Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais (HC-UFMG) liberou, na última sexta-feira (05/07), vagas estratégicas para a unidade hospitalar convocar candidatos aprovados no concurso nacional 01/2018 promovido pela estatal.


Visando aperfeiçoar a formação dos alunos na área de saúde bem como os consequentes atendimentos prestados, a Ebserh solicitou que os 40 hospitais universitários federais que estão sob sua gestão realizem estudo da força de trabalho e dimensionamento de pessoal, tendo como base a produção assistencial atual, as metas contratualizadas com o gestor de saúde local e a capacidade instalada em cada uma das unidades hospitalares, assim como projeções de novos serviços.


Com esse levantamento, a Ebserh identificará a quantidade de profissionais necessária para que os hospitais universitários possam continuar formando com excelência profissionais da área de saúde e prestando um atendimento de qualidade no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS), e submeterá à apreciação da SEST/ME de modo a viabilizar a realização de concurso para contratação de novos profissionais."

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade