Publicidade

Estado de Minas

Mais uma vítima de Brumadinho é identificada e número de desaparecidos cai para 22

Corpo foi encontrado nesta sexta-feira. Segmentos estavam próximo a área administrativa a aproximadamente 5 metros de profundidade


postado em 05/07/2019 23:23 / atualizado em 05/07/2019 23:25

Área onde o corpo foi encontrado pelo Corpo de Bombeiros nesta sexta-feira (foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)
Área onde o corpo foi encontrado pelo Corpo de Bombeiros nesta sexta-feira (foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)
Mais uma vítima da tragédia de Brumadinho foi identificada pela Polícia Civil, aumentando para 248 o número de mortos identificados. Com a identificação, o número de desaparecidos caiu para 22. O corpo foi encontrado pelo Corpo de Bombeiro nesta sexta-feira. Os segmentos estavam próximo a área administrativa a aproximadamente 5 metros de profundidade. Este é o segundo encontrado nesta semana.

A Polícia Civil de Minas Gerais informou "imediatamente após a localização e remoção da vítima, a perícia do Instituto de Criminalística foi acionada e, depois de longo e delicado trabalho, o local foi liberado para a remoção." Já no fim da noite, a corporação informou que a vítima foi identificada. Trata-se de um homem, mas o nome só será divulgado depois que a família for informada.
O método utilizado foi o exame odonto-legal. Os trabalhos duraram cerca de 4 horas.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, os segmentos foram encontrados nesta manhã. O corpo estava incompleto e com parte da arcada dentária, o que poderá facilitar na identificação. Foi achado um tronco com cabeça e os membros superiores. “O corpo foi encontrado a aproximadamente 5 metros de profundidade no Remanso 2, localizado abaixo da área administrativa, logo após o Remanso 1, onde foi encontrado o corpo anteontem”, informou.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o trabalho de inteligência foi fundamental para o encontrar mais uma vítima do desastre. O corpo foi encaminhado para o IML em Belo Horizonte, onde será feita a identificação.

Tecnologia


O IML identificou 91,5% de corpos das vítimas da tragédia da Vale em Brumadinho. No entanto, das 270 vítimas, 23 ainda seguem sem identificação. Em entrevista coletiva, o médico-legista Thales Bittencourt, superintendente de polícia técnico-científica da Polícia Civil de Minas Gerais, informou que está previsto para o dia 15 a chegada de tecnologia de ponta para realizar o sequenciamento do DNA de 137 segmentos de corpos que estão no instituto

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade