Publicidade

Estado de Minas

Morre jovem baleada na cabeça durante ataque a banco em Uberaba

Taís Teixeira de Oliveira, de 21 anos, estava internada no Hospital das Clínicas da UFTM desde 27 de junho, dia em que criminosos armados com arsenal de guerra invadiram a cidade do Triângulo Mineiro


postado em 04/07/2019 08:08 / atualizado em 04/07/2019 08:28

PM conseguiu prender 10 criminosos durante a fuga do bando(foto: Sérgio Teixeira/Polícia Militar/Divulgação )
PM conseguiu prender 10 criminosos durante a fuga do bando (foto: Sérgio Teixeira/Polícia Militar/Divulgação )
Depois de passar seis dias internada no Hospital das Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM), morreu na tarde desta quarta-feira a jovem Taís Teixeira de Oliveira, de 21 anos, que foi baleada na cabeça após ação de cerca de 25 bandidos fortemente armados em Uberaba, em 27 de junho.

Segundo a Polícia Militar, Taís estava em um carro em um posto de gasolina, que bandidos tentaram tomar de assalto durante os ataques a banco na cidade. Ela foi baleada durante a fuga dos ladrões e ficou em estado crítico durante toda a semana até ter a morte constatada.

Naquela ocasião, os criminosos sitiaram a cidade, usando até um caminhão para bloquear o tráfego, além de objetos para furar pneus de viaturas. Vários tiros foram disparados e também houve confronto com a Polícia Militar. Três pessoas foram feitas reféns dentro da cidade, uma delas colocada em cima do capô de um dos carros usados pelos bandidos em movimento.
Armamento de guerra foi apreendido com criminosos(foto: Polícia Militar/Divulgação)
Armamento de guerra foi apreendido com criminosos (foto: Polícia Militar/Divulgação)


Durante a fuga, 10 criminosos entraram em uma área rural e fizeram mais sete reféns dentro de um caminhão. Depois de muita negociação, os 10 foram presos e os reféns liberados. Com os bandidos a polícia arrecadou armamento de guerra. Ao todo, foram apreendidos 11 fuzis, de calibres 5.56, 7.62, .222, além do temido .50, capaz de penetrar vários tipos de blindagem. Duas pistolas também foram arrecadas, junto com coletes balísticos e munições diversas.

A Polícia Civil investiga o caso, na tentativa de localizar os demais integrantes do grupo que conseguiram fugir. Existe a suspeita de que eles conseguiram escapar usando um avião, que pode ter decolado de alguma pista clandestina na zona rural de Uberaba ou cidade próxima. 


Publicidade