Publicidade

Estado de Minas

Passageiro passa mal e piloto faz pouso de emergência no aeroporto de Confins

Aeronave partiu de São Paulo rumo a Fortaleza e precisou parar na Grande BH por causa de um ocupante que sofria uma parada cardíaca. Médicos da BH Airport prestam primeiros socorros, mas idoso não resistiu


postado em 10/06/2019 22:37 / atualizado em 12/06/2019 00:01

Imagem meramente ilustrativa(foto: Paulo Filgueiras/EM/DA Press)
Imagem meramente ilustrativa (foto: Paulo Filgueiras/EM/DA Press)

 

Um voo que saiu do Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, e tinha como destino Aeroporto Internacional Pinto Martins, em Fortaleza, precisou fazer um pouso de emergência no Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, na Grande BH, na noite desta segunda-feira (10). Segundo a BH Airport, responsável pelo aeroporto de Confins, a aeronave aterrissou em Minas por volta das 22h por causa de um passageiro que sofreu uma parada cardíaca a bordo. O idoso de 80 anos foi socorrido por médicos da concessionária, mas morreu ainda no complexo aéreo. 

 

Médicos da BH Airport realizaram os primeiros socorros do passageiro. O corpo do idoso foi encaminhado ao Instituto Médico-Legal (IML).

 

Apesar da situação, Confins opera normalmente na noite desta segunda, conforme a torre de comando. 

 

De acordo com um site especializado em tráfego aéreo, o avião, um Boeing 737-8EH da Gol Linhas Aéreas, desviou para Confins quando cruzava os céus do distrito de Silva Xavier, em Sete Lagoas, na Grande BH.


O avião partiu de São Paulo às 20h40. A aeronave tem capacidade para 186 passageiros e foi fabricada em 2010.

 

Em contato com a reportagem, a Gol informou, inicialmente, que os esclarecimentos sobre o fato cabiam apenas à administração do aeroporto, já que o idoso morreu fora da aeronave.  

 

Nesta terça-feira (11), no entanto, a empresa ressaltou que a equipe "seguiu todos os procedimentos de primeiros socorros e solicitou atendimento médico imediato na pista do aeroporto". A companhia aérea também lamentou a morte e se solidarizou com a família.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade