Publicidade

Estado de Minas

Mais uma vez: bandidos tentam contrabandear cigarros em caixas de repolho

PRF descobriu esquema em uma ocorrência rotineira durante essa quinta-feira. Em novembro do ano passado, agentes fizeram uma apreensão semelhante


postado em 07/06/2019 17:26 / atualizado em 07/06/2019 20:32

Ao todo, foram encontrados 550 mil maços de cigarro(foto: Divulgação/PRF)
Ao todo, foram encontrados 550 mil maços de cigarro (foto: Divulgação/PRF)

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu 550 mil maços de cigarro contrabandeados do Paraguai, no km 282 da BR-381, na cidade de Jaguaraçu, no Vale do Rio Doce.  A mercadoria ilícita estava escondida dentro de caixas que armazenavam repolho.


De acordo com a PRF, a descoberta do material contrabandeado se deu durante operação rotineira da corporação. Durante a manhã, policiais solicitaram a parada do caminhoneiro, que apresentou a nota fiscal de produtor referente a uma carga de verduras. Segundo ele, a mercadoria estava sendo levada para Natal, capital do Rio Grande do Norte

Ao fiscalizarem o veículo, os agentes desconfiaram do motorista, já que a câmara fria do baú estava desligada e inoperante. Além disso, algumas hortaliças já não apresentavam boas condições de conservação e não resistiriam à viagem a Natal.

Desconfiados, os agentes retiraram algumas caixas de repolho do fundo do baú e encontraram caixas de papelão escondidas no meio da carga. Dentro dela, havia vários cigarros da marca Mighty, de fabricação paraguaia.   

Questionado pelos policiais, o motorista disse que assumiu a direção do caminhão em um posto de gasolina de bandeira BR, na cidade de Ibiúma, em São Paulo

Lá, a chave do veículo teria sido lhe passada por um homem conhecido como Fernando. O caminhoneiro diz não conhecê-lo e nem ter acompanhado o carregamento do veículo.

Outra ponto que gerou suspeita dos policiais foi o fato de que, em nenhum momento, o motorista demonstrou preocupação quanto ao defeito da câmara fria.

Desse modo, foi dada voz de prisão ao suspeito por contrabando e uso de documento (nota fiscal)  com dados falsos. Com ele, ainda foram apreendidos R$ 1.460 em dinheiro vivo e dois celulares. O condutor foi encaminhado à Delegacia de Polícia Federal e o veículo à Receita Federal.


Contrabando com repolho


Em novembro do ano passado, a PRF fez uma apreensão muito semelhante a dessa quinta-feira. Na ocasião, um homem de 66 anos foi preso no km 386 da BR-262, em Florestal, na Região Central do estado.

O suspeito foi flagrado transportando, aproximadamente, 500 maços de cigarro de origem paraguaia. Durante todo o monitoramento dos agentes rodoviários, o suspeito teria demonstrado nervosismo. Na época, ele não deu detalhes sobre a origem da mercadoria.



* Estagiário sob supervisão da subeditora Ellen Cristie 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade