Publicidade

Estado de Minas

Carga e descarga em BH terá regra do Rotativo e punição com multa: entenda

Nova medida será de graça, mas há um limite máximo para o motorista estacionar o veículo


postado em 31/05/2019 18:38 / atualizado em 31/05/2019 18:40

Motoristas poderão estacionar veículo por, no máximo, uma hora(foto: Divulgação/BHTrans)
Motoristas poderão estacionar veículo por, no máximo, uma hora (foto: Divulgação/BHTrans)

A BHTrans prepara para os próximos dias uma mudança nas regras de uma modalidade de estacionamento nas ruas de Belo Horizonte. Vem aí o rotativo digital para as 2.656 vagas de carga e descarga da capital mineira. A boa notícia para os motoristas de caminhões e demais veículos que fazem entregas é que o sistema será de graçado mesmo jeito que é feito com o motofrete e ao contrário do que acontece com o estacionamento rotativo normal, modalidade em que os motoristas pagam R$ 4,40 pelo crédito que varia entre uma e 12 horas, de acordo com a região.

Mas apesar de não pagarem pela ativação do rotativo, se houver desrespeito ao tempo máximo de uma hora os condutores podem ser multados em R$ 195,23, além de perderem cinco pontos na carteira.

(foto: Divulgação/BHTrans)
(foto: Divulgação/BHTrans)
O objetivo é dar mais agilidade às paradas dos veículos que carregam e descarregam mercadorias nas ruas da capital, já que hoje os caminhões e demais veículos param nas vagas e ficam o tempo que quiserem. A novidade começa a valer em 5 de junho para a área interna da Avenida do Contorno e em 19 de junho para as demais áreas, mas a fiscalização com punição só entra em vigor em julho.

Segundo o diretor de Sistema Viário da BHTrans, José Carlos Mendanha Ladeira, números levantados pela empresa municipal apontam que, em média, cada veículo a serviço de carga e descarga na cidade realiza o procedimento em 35 minutos, por isso o tempo de uma hora é considerado suficiente pela empresa que cuida do trânsito na cidade. “As 2.656 vagas, com uma hora de prazo máximo, vão permitir 36.387 oportunidades de estacionamento. No Centro o benefício será maior, pois é a região onde tem mais disputa por vaga, mais demanda pro uso do espaço e mais gente querendo passar”, afirma.


Veja detalhes da nova medida lançada pela BHTrans

Onde será implantado

Em 2.656 vagas nas regiões da Assembleia, Barro Preto, Barreiro, Belvedere, Buritis, Centro, Cidade Jardim, Cidade Nova, Dom Pedro II e Presidente Carlos Luz, Floresta, Funcionários, Área Hospitalar, Lourdes, Luxemburgo, Mangabeiras, Nova Granda, Estação Pampulha, Parque das Mangabeiras, Santo Antônio, São Pedro, Savassi e Venda Nova


Quando será implantada


5 de junho nas áreas internas da Contorno e 19 de junho nas demais áreas

Como vai funcionar

Motoristas precisam ativar o rotativo usando o aplicativo “Rotativo BH” no próprio celular ou procurando os pontos credenciados, como bancas de revistas, para fazer a ativação. O período máximo de estacionamento na vaga é de uma hora e não é necessário pagar por isso

Quem desrespeitar pode ser multado?

Sim, aqueles que excederem o tempo ou não ativarem o rotativo estão sujeitos às penalidades do artigo 181 do Código de Trânsito Brasileiro, que estipula multa de R$ 195,23 e cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH)

As multas serão imediatas?

Não, segundo a BHTrans a fiscalização passará a atuar multando a partir do mês de julho 


Publicidade