Publicidade

Estado de Minas

PM prende traficante e localiza nove armas e drogas na casa dele em BH

Denúncia anônima e amplo levantamento de inteligência levaram policiais até um endereço no Bairro Jardim Felicidade, na Região Norte da capital


postado em 17/05/2019 09:07 / atualizado em 17/05/2019 09:29

Armamento apreendido foi encaminhado à delegacia(foto: Polícia Militar/Divulgação)
Armamento apreendido foi encaminhado à delegacia (foto: Polícia Militar/Divulgação)
Um homem foi preso e nove armas foram apreendidas pela Polícia Militar na madrugada desta sexta-feira, no Bairro Jardim Felicidade, na Região Norte de Belo Horizonte. A ocorrência contou com o apoio do setor de inteligência da PM, que identificou o alvo e o endereço onde o armamento seria armazenado.

Tudo começou com uma denúncia anônima de que uma determinada pessoa guardaria armas e drogas no aglomerado do bairro. A partir das informações repassadas pela denúncia, a inteligência do 13º Batalhão começou a fazer levantamentos e apontou um possível endereço do alvo. Houve monitoramento intenso e abordagem no momento exato em que Leandro Fosquetti de Brito apareceu na rua.

O homem já tinha sido preso outras vezes por tráfico de drogas e inicialmente negou participação na ocorrência. Mas em virtude das contradições, acabou assumindo a posse de drogas que estariam no terraço de sua residência. A mochila preta contendo drogas estava embaixo de um monte de entulhos. Foram contabilizados 245 pinos de cocaína, 21 buchas de maconha, uma barra de maconha, 8 porções da mesma droga, duas facas e uma balança de precisão.

O nervosismo de Leandro levou a PM a desconfiar da situação, pois ele queria ser levado para a delegacia a todo momento e parecia querer sair do imóvel. Novas buscas foram feitas na parte sob o terraço, onde estava a avó de Leandro, mas nada foi encontrado. Os PMs não desistiram e voltaram ao terraço, momento em que Leandro voltou a ficar muito nervoso.

Dentro de um tambor de plástico foram encontradas nove armas, sendo cinco submetralhadoras artesanais, um revólver calibre 38, um revólver calibre 32, um revólver calibre 22 e uma pistola semiautomática 9 milímetros, além de 41 munições de calibres diversos. Leandro disse apenas que guardava as armas e não era o dono. Ele não revelou detalhes sobre o responsável.


Publicidade