Publicidade

Estado de Minas

Governo de Minas libera mais R$ 1,7 milhão para combater a dengue em 45 cidades

Quantia será distribuída aos municípios de maneira variada, de acordo com a população de cada um. Todas as prefeituras incluídas enfrentam epidemias da doença


postado em 15/05/2019 20:08

(foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
(foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)

 

O governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES), anunciou mais um repasse para os municípios epidêmicos pela dengue. Segundo a pasta, R$ 1,74 milhão será dividido entre 45 cidades, todas com incidência alta (300 a 499 casos prováveis por 100 mil habitantes) ou muito alta (mais de 500 por 100 mil) do vírus, taxas características da epidemia.

 

Confira a lista dos municípios beneficiados pela resolução do estado 


O recurso varia de município para município de acordo com a população de cada um deles. O pagamento é de no mínimo R$ 20 mil e vai acontecer em parcela única. O dinheiro vem do Fundo Estadual de Saúde e será transferido para o Fundo Municipal de Saúde de cada uma das prefeituras.


Três cidades receberão uma fatia maior do bolo: Divinópolis (Centro-Oeste), Santa Luzia (Grande BH) e Vespasiano (Grande BH). Todas essas vão ganhar R$ 400 mil.


Em boletim divulgado nessa segunda-feira (13), a SES informou que 345 cidades estão em epidemia em Minas, o que representa mais de 40% do estado. Ao menos 38 mortes foram comprovadas e outras 92 ainda estão em investigação.


O número de casos prováveis (soma dos confirmados aos suspeitos) ultrapassa 247 mil.


Betim, na Grande BH, continua na liderança em mortes por dengue em Minas – foram 10, que somadas às quatro confirmadas na capital, duas em Contagem e uma em Ibirité, elevam a 17 o número de casos fatais na região metropolitana.


Em Uberlândia (Triângulo Mineiro) são oito; em Unaí (Noroeste), duas. Arcos (Centro-Oeste), Curvelo (Região Central), Frutal (Triângulo), João Monlevade (Central), Lagoa da Prata (Centro-Oeste), Martinho Campos (Centro-Oeste), Paracatu (Noroeste), Passos (Sul), São Gonçalo do Pará (Centro-Oeste), Uberaba (Triângulo) e Vazante (Noroeste) também confirmaram uma vida perdida pela doença cada.


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade