Publicidade

Estado de Minas

Bandido é preso após assalto a banco com reféns em Elói Mendes, no Sul de Minas

Agentes da Polícia Civil e policiais militares cercaram o Banco Bradesco da cidade e pelo menos um dos bandidos foi preso. Os reféns foram liberados


postado em 14/05/2019 12:41 / atualizado em 14/05/2019 19:18

Segundo a Polícia Militar, um bandido foi preso na ação depois de algumas horas de negociação(foto: Polícia Militar/Divulgação)
Segundo a Polícia Militar, um bandido foi preso na ação depois de algumas horas de negociação (foto: Polícia Militar/Divulgação)
Um assalto a banco em Elói Mendes, no Sul de Minas, mobilizou forças de segurança da região e de Belo Horizonte nesta terça-feira. A operação envolveu agentes das polícias Militar e Civil na porta da agência, isolando o local, e em Paraguaçu, onde mora uma das gerentes da empresa, feita refém, além do pai do próprio assaltante, que ajudou a encerrar o crime.

 

Antônio César Leal, de 36 anos, e outros integrantes de uma quadrilha teriam abordado uma gerente de uma agência do Banco Bradesco quando ela estava indo de Paraguaçu ao local de trabalho em Elói Mendes. Com a refém, Leal entrou na empresa e rendeu um segurança e uma faxineira, antes que os demais empregados chegassem.

 

De acordo com a Polícia Civil, durante as negociações que se estenderam por quase quatro horas, o assaltante foi convencido a liberar dois reféns. Ele teria concedido, ressaltando que a família da gerente abordada na estrada também estava sob poder da quadrilha, em Paraguaçu. Os investigadores foram até o local e verificaram o bem-estar dos envolvidos.

 

As forças de segurança monitoravam o que acontecia na agência pelas câmeras de segurança do local e, depois da chegada de agentes do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Polícia Militar, o pai do assaltante foi localizado. Ele foi conduzido até o banco para convencer o filho a se entregar.

Segundo informações da Polícia Militar, os funcionários da agência bancária fora agrupados e ficaram sob a mira do assaltante. As vítimas relataram que Leal ameaçava atirar e apontava a arma também na direção dos militares fora da empresa. Ninguém ficou ferido na ação.

 

Natural de Campinas, no interior de São Paulo, Leal morava em Alfenas, também no Sul de Minas. Ele se entregou e foi apreendido com coletes antibalísticos, coletes e boné de empresa de segurança, controle de porta giratória, um chip de aparelho celular, dois revólveres calibre .38 e dez munições intactas. O assaltante foi autuado em flagrante e encaminhado ao sistema prisional estadual. Os demais integrantes da quadrilha não foram encontrados.

(foto: Polícia Militar/Divulgação)
(foto: Polícia Militar/Divulgação)


Publicidade