Publicidade

Estado de Minas

Outras duas vítimas da barragem de Brumadinho foram identificadas; 35 seguem desaparecidas

Bombeiros completam neste sábado 100 dias de buscas ininterruptas por corpos


postado em 03/05/2019 16:01 / atualizado em 03/05/2019 16:39

Buscas continuam em Brumadinho(foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)
Buscas continuam em Brumadinho (foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)

No 99º dia de buscas por vítimas do rompimento da barragem da Mina do Feijão, em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, outras duas vítimas foram identificadas. O comunicado foi feito na tarde desta sexta-feira em coletiva de imprensa. 

A tragédia da Vale já deixou até o momento 235 mortos devidamente identificados e 35 vítimas seguem desaparecidas. Outros 40 nomes que chegaram a figurar na lista de desaparecidos da Polícia Civil foram retirados por diferentes motivos: tentativa de estelionato, nomes dobrados, localização das pessoas vivas e também nomes colocados por engano.

Entre as curiosidades das buscas está a localização de um corpo completo no domingo de Páscoa, conforme o Estado de Minas mostrou em 25 de abril. O trabalho de inteligência desenvolvido pelos bombeiros levou a corporação a achar o corpo exatamente na região onde os militares esperavam encontrar, inclusive com os documentos da pessoa no bolso. 

Um aspecto que chamou a atenção da capitã Thaise Rodrigues Rocha, chefe do planejamento das operações de busca, foi o estágio de decomposição, que não estava tão avançado quanto o esperado para esse tempo. “Acreditamos que, como as vítimas estão debaixo de lama, não têm tanto contato com oxigênio e por isso não há proliferação de bactérias de decomposição de forma tão rápida”, disse a militar, na ocasião.
 
* Estagiária sob supervisão da subeditora Ellen Cristie. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade