Publicidade

Estado de Minas

Mais um suspeito de série de ataques a motoristas de aplicativos é preso em BH

Um jovem foi detido na madrugada deste sábado depois de uma perseguição na Região Leste da capital mineira. Junto com um comparsa, ele roubou o veículo do motorista e, na fuga, bateu em um poste. O outro homem conseguiu fugir


postado em 20/04/2019 12:07 / atualizado em 20/04/2019 12:15

(foto: Edesio Ferreira/EM/D.A Press)
(foto: Edesio Ferreira/EM/D.A Press)

Motoristas de aplicativos são vítimas de assaltos quase que diariamente em Belo Horizonte. Na noite de sexta-feira não foi diferente. A vítima foi rendida por dois homens durante uma corrida entre as regiões Centro-Sul e Leste da cidade. Ele teve o carro roubado pelos criminosos, que fugiram em alta velocidade e acabaram batendo em um poste. Mesmo assim, correram e um deles foi encontrado em um matagal. Segundo a Polícia Militar (PM), o jovem, de 148 anos, é suspeito de uma série de assaltos contra condutores. Na quinta-feira, outros dois indivíduos foram detidos por cometerem o mesmo tipo de crime.

Os criminosos acionaram a corrida por volta das 21h30. Eles entraram no carro na Rua Doutor Camilo, no Bairro Serra, Região Centro-Sul da cidade. De lá, solicitaram a ida até as proximidades do Hospital da Baleia. Quando chegavam perto da unidade de saúde, um dos ocupantes sacou uma faca e anunciou o assalto. Em depoimento à polícia, a vítima revelou que não tinha dinheiro, com isso, os bandidos o obrigaram a descer e fugiram com o carro.

A Polícia Militar (PM) foi acionada e iniciou as buscas. Uma viatura da supervisão do 22º Batalhão acabou deparando com o carro na Rua Juramento, no Bairro Jonas Veiga, na Região Leste, e iniciou a perseguição. Os criminosos, em alta velocidade, acabaram batendo em um poste. Em seguida, abandonaram o veículo e fugiram a pé em direção a um matagal.

Reforço foi pedido pelos militares que cercaram a área. Durante as buscas, que contou com a ajuda do helicóptero da corporação, encontraram Carlos Emanuel Fialho. Com ele, a carteira da vítima. O comparsa conseguiu fugir e não foi encontrado. Carlos acabou reconhecido pelo motorista. De acordo com o boletim de ocorrência da PM, o autor afirmou que saiu com o primo para comprar drogas e que não sabia que o familiar iria efetuar o roubo.

Roubos em série


De acordo com a PM, outras ocorrências de roubo com o mesmo modo de ataque foram registradas na região contra motoristas de aplicativos e taxistas. O autor preso seria um dos suspeitos desses crimes.

Nessa quinta-feira, outros dois suspeitos de assaltos contra os motoristas foram presos. Um condutor, de 64 anos, foi rendido por dois homens, um deles adolescente, durante uma corrida pelo bairro Gutierrez. A vítima foi enforcada e teve dois celulares, uma bolsa, e até mesmo o pote de balas roubados. A Polícia Militar (PM) conseguiu localizar a dupla.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade