Publicidade

Estado de Minas

Dupla suspeita de série de assaltos a motoristas de aplicativos é detida em BH

A Polícia Militar (PM) chegou até os suspeitos, de 18 e 17 anos, depois de um assalto contra um condutor de 64 anos na noite dessa quinta-feira. Vítima foi enforcada durante o crime


postado em 19/04/2019 14:46 / atualizado em 19/04/2019 14:53

Vítimas dos criminosos eram motoristas de aplicativo(foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A Press)
Vítimas dos criminosos eram motoristas de aplicativo (foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A Press)

Motoristas de aplicativos viveram dias de medo com a ação de criminosos que atuavam na Região Centro-Sul de Belo Horizonte. Em sete dias, ao menos três assaltos semelhantes foram registrados próximo ao Bairro Gutierrez. O último roubo aconteceu na noite de quinta-feira. Um condutor, de 64 anos, foi rendido por dois homens, um deles adolescente, durante uma corrida pelo bairro. A vítima foi enforcada e teve dois celulares, uma bolsa, e até mesmo o pote de balas roubados. A Polícia Militar (PM) conseguiu localizar a dupla, que também é suspeita dos outros crimes.

De acordo com o boletim de ocorrência da corporação, a corrida foi solicitada na Avenida Silva Lobo. A vítima relatou que os dois passageiros sentaram no banco de trás. Quando passavam pela Rua Cachoeira de Minas, no Bairro Gutierrez, um dos ocupantes enforcou o condutor e anunciou o assalto. “Perdeu, perdeu. Não irei matar você”, teria dito um dos homens.

Os dois assaltantes pegaram uma bolsa com R$ 80, dois celulares, a chave do veículos, e até um pote onde estavam balas. Em seguida fugiram. A PM foi acionada e fez um rastreamento pela região. A dupla, de 17 e 18 anos, acabou detida. Com eles, recuperados os dois celulares, a bolsa o pote de balas. A vítima reconheceu os criminosos.

Segundo a PM, os dois detidos também são suspeitos de outros dois crimes semelhantes contra motoristas de aplicativos e que aconteceram na mesma rua. Na quarta-feira, por volta das 16h30, um condutor foi assaltado durante uma corrida com três pessoas. Uma delas colocou um objeto no pescoço, que segundo a vítima seria semelhante a uma arma, e anunciou o assalto. Em seguida, fugiram com dinheiro e celular.

Cinco dias antes, outro motorista foi assaltado no mesmo local. Dois passageiros anunciaram o assalto e levaram a carteira e outros objetos pessoais da vítima. Em seguida, fugiram em direção ao Morro das Pedras.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade