Publicidade

Estado de Minas

Polícia Civil retira mais três nomes da lista de desaparecidos de Brumadinho

Atualização desta sexta-feira (5) também consta mais dois corpos identificados. Com isso, são 223 óbitos registrados e 70 pessoas ainda sumidas


postado em 05/04/2019 18:57 / atualizado em 05/04/2019 19:01

(foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais )
(foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais )

 

As autoridades atualizaram os números da tragédia de Brumadinho, na Grande BH, na noite desta sexta-feira (5). Segundo a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec) mais três nomes foram retirados da lista de desaparecidos por determinação da Polícia Civil. Enquanto isso, o Instituto Médico Legal (IML) identificou mais duas pessoas. Neste momento, a catástrofe deixa 223 mortos identificados e 70 pessoas ainda não encontradas.


A retirada de nomes da lista de desaparecidos se dá por diferentes motivos. Desde 25 de janeiro, data do rompimento da barragem da Vale, 17 pessoas foram retiradas da relação por diferentes motivos, como tentativa de fraudes para receber as indenizações, erros de grafias, acréscimos errados de sobrenomes, entre outros.


Os trabalhos de identificação dos corpos são conduzidos pela delegada Ana Paula Kich Gontijo. Somente na última semana, foram cinco pessoas retiradas. “Quando aconteceu o rompimento da barragem, nos primeiros dias, muitas pessoas entraram em contato com os canais criados para relatar pessoas desaparecidas. Mas, essas situações não eram checadas. Agora, estamos fazendo isso”, explicou Ana Paula.


No 71º da Operação Brumadinho, o Corpo de Bombeiros deslocou um efetivo de 123 militares de Minas Gerais e 10 de outros estados. São 24 frentes de trabalho, com foco no terminal de carregamento ferroviário, conhecido como área da Pera.


Os militares contam com a colaboração de cinco cães e 88 máquinas pesadas. Os animais vêm do Distrito Federal e dos estados de Mato Grosso e Goiás.

 

(Com informações de João Henrique do Vale) 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade