Publicidade

Estado de Minas

Polícia Civil faz grande operação contra o tráfico de drogas em Betim

Policiais desmantelaram dois laboratórios de refino de cocaína e também apreenderam bananas de dinamite que seriam usadas para ajudar em plano de fuga de presídio


postado em 03/04/2019 07:32 / atualizado em 03/04/2019 10:55

Bananas de dinamite foram apreendidas durante operação(foto: Polícia Civil/Divulgação)
Bananas de dinamite foram apreendidas durante operação (foto: Polícia Civil/Divulgação)
Cerca de 70 policiais civis estão nas ruas do Bairro Capelinha, em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, para desencadear uma operação contra o tráfico de drogas na cidade na manhã desta quarta-feira.

Segundo a Polícia Civil, o objetivo é desmantelar o comércio de drogas na região em uma operação fruto de mais de um ano de investigações. Dois laboratórios de refino de cocaína foram desmantelados e duas bananas de dinamite foram encontradas na casa de uma das pessoas presas.

Conforme a polícia, a versão de uma dessas pessoas indica que as bananas seriam usadas para possibilitar fuga de presos do presídio de Juatuba, também na Grande BH. O alvo dessa fase da operação são gerentes do tráfico e vendedores de drogas e a polícia foi às ruas para cumprir 12 mandados de prisão e 11 de busca e apreensão.

Três departamentos da Polícia Civil participam dos trabalhos: Departamento Estadual de Combate ao Narcotráfico (Denarc), Departamento Estadual de Investigação de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), e Coordenadoria de Operações Policiais. Também apoiam os trabalhos o canil da corporação e o helicóptero da polícia. Mais informações serão repassadas em entrevista coletiva à 10h de hoje em Betim.

Cerca de 70 policiais participaram da operação(foto: Polícia Civil/Divulgação)
Cerca de 70 policiais participaram da operação (foto: Polícia Civil/Divulgação)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade