Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Publicidade

Estado de Minas

Como a tecnologia exposta em feira internacional pode aprimorar a segurança em Minas

Forças de segurança do estado participam no Rio de Janeiro da 12ª edição da LAAD, considerada o maior evento de defesa da América Latina. Equipamentos podem incrementar atuação nas ruas


postado em 01/04/2019 22:08 / atualizado em 01/04/2019 22:31

A LAAD é a maior e mais importante feira de defesa e segurança da América Latina e ocorre no Riocentro, no Rio de Janeiro(foto: Divulgação )
A LAAD é a maior e mais importante feira de defesa e segurança da América Latina e ocorre no Riocentro, no Rio de Janeiro (foto: Divulgação )
Rio de Janeiro – O contato com novas tecnologias e técnicas para facilitar a prevenção ao crime, o combate à criminalidade e a defesa dos cidadãos estão entre os objetivos das forças de segurança pública mineiras que participam a partir desta segunda-feira da 12ª LAAD Defence & Security – Feira internacional de Defesa e Segurança. A LAAD é a maior e mais importante feira de defesa e segurança da América Latina e ocorre no Riocentro, no Rio de Janeiro. “A LAAD fornece uma série de insights (inspirações) para o aprimoramento da atividade de segurança pública. Em feiras anteriores, avaliamos equipamentos que têm potencial para aprimorar a atividade de policiamento ostensivo”, observa o major Antônio Carlos Correia Júnior, da Assessoria Estratégica e Logística da Polícia Militar de Minas Gerais, que também estará no evento.

A palestra de abertura cabe ao ministro da Justiça e Segurança, Sérgio Moro, com uma exposição para o pessoal operacional de seu pacote de segurança pública e combate à corrupção. Além da observação de tecnologia e técnicas de ponta para as instituições de segurança pública, pelo menos 15 empresas com fornecedores diretos de Minas Gerais ou que têm fábricas e unidades no estado poderão fechar negócios no Brasil e no exterior, como a Avibras, a Imbel e a Iveco.

Segundo o major Antônio Carlos Correia Júnior, a corporação está interessada, sobretudo em novidades ligadas às atividades de tecnologia policial, apetrechos e equipamentos para viaturas. Várias tecnologias podem ser incorporadas ou ficar no radar da corporação. “Em feiras anteriores, cito, por exemplo, os primeiros contatos com sinalizadores com uso de LED, plataformas para instalação de centros de operações avançados, drones e plataformas de comunicação em ambientes sem rede”, afirma o militar.

As trocas de experiências também são consideradas muito importantes. “O contato, não só com outras corporações de segurança, mas também com o setor de defesa e com fornecedores, nos faz pensar fora da caixa, o que nos ajuda a conseguir melhores soluções. Feiras como a LAAD nos permitem ir além do nosso cotidiano” avalia o oficial. A LAAD Defence & Security conta com o apoio institucional do Ministério da Defesa, das Forças Armadas, do Ministério da Justiça e da estrutura brasileira de Segurança Pública.


Publicidade