Publicidade

Estado de Minas

Número de mortos identificados em Brumadinho sobe para 214

Samara Cristina dos Santos Souza e Leonardo da Silva Godoy tiveram as identificações confirmadas pela Polícia Civil. Outras 91 pessoas seguem desaparecidas


postado em 25/03/2019 11:28

Buscas entraram nesta segunda-feira no 60º dia(foto: Leandro Couri/EM/D.A PRESS)
Buscas entraram nesta segunda-feira no 60º dia (foto: Leandro Couri/EM/D.A PRESS)
Mais duas pessoas foram identificadas e o número de mortos pelo rompimento da barragem da Vale em Córrego do Feijão, distrito de Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, chega a 214. Os dados foram atualizados pela Polícia Civil. Outras 91 pessoas ainda seguem desaparecidas. No último boletim, que traz a identificação de mais duas pessoas, foram identificados Samara Cristina dos Santos Souza e Leonardo da Silva Godoy.

Os dados da Defesa Civil estadual apontam que eles não eram funcionários diretos da Vale. Os dois estão em uma lista que inclui funcionários de empresas terceirizadas e membros das comunidades por onde a lama passou, como Córrego do Feijão e Parque da Cachoeira. As buscas pelos desaparecidos entraram nesta segunda-feira no 60º dia. De acordo com o Corpo de Bombeiros, a semana começa com 129 militares de serviço em 23 frentes de ação dentro da área inundada pela lama.

O trabalho conta ainda com 78 máquinas pesadas que atuam na remoção dos rejeitos. As duplas formadas por cães farejadores e bombeiros ganharam folga para descanso. As buscas estão sendo retomadas no local onde será construído o primeiro dique de contenção e os rejeitos depositados na área de descarte 2 serão remanejados para a área de descarte 1. Corpos e segmentos ainda seguem no Instituto Médico Legal (IML) aguardando novas identificações.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade