Publicidade

Estado de Minas

Policiais civis confundem carro no Belvedere e atiram em motorista

Polícia Civil estaria atrás de quadrilha que pratica roubos na região quando fez abordagem mal sucedida. Corporação sustenta que condutor desrespeitou sinal de parada, mas pessoa ligada a um dos ocupantes do carro diz que agentes estavam descaracterizados


postado em 25/03/2019 09:09 / atualizado em 25/03/2019 09:35

Abordagem aconteceu na BR-356, bem próximo do Shopping Ponteio, segundo a Polícia Civil(foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A PRESS - 26/02/2016)
Abordagem aconteceu na BR-356, bem próximo do Shopping Ponteio, segundo a Polícia Civil (foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A PRESS - 26/02/2016)

A Corregedoria Geral da Polícia Civil acompanha os procedimentos relacionados a uma ação de policiais descaracterizados que terminou com um jovem baleado no ombro na tarde deste domingo, no Bairro Belvedere, Região Centro-Sul de Belo Horizonte. A corporação informou que policiais em diligências abordaram um veículo com características semelhantes a outro carro de pessoas que estavam sendo investigadas e deram ordem de parada ao condutor, que não obedeceu. Uma perseguição começou e o motorista foi atingido por um tiro no ombro.

Quando o carro parou, já no Bairro Belvedere, cinco jovens saíram de dentro do veículo e os policiais perceberam que se tratava de outro carro, mas a Polícia Civil não quis dar mais detalhes da operação mal sucedida. Uma pessoa ligada a um dos jovens, que não quis se identificar, questionou a atuação, principalmente pelo fato de as viaturas estarem descaracterizadas.

Segundo essa fonte, a abordagem foi feita por duas motos e um carro, sendo que um policial que estava em uma das motos foi quem sacou a arma e mandou o carro parar. "Se uma moto aborda seu carro com uma pessoa armada eu acho que a grande maioria das pessoas não vai parar, imaginando que seja um assalto. Depois disso, a viatura de trás colocou o giroflex, mas ela também estava desacaracterizada", diz a pessoa ligada a um dos jovens que estava no carro abordado.

Ainda segundo a mesma pessoa, os jovens iam a um aniversário no Belvedere no momento do fato e ficaram muito assustados com a situação. O baleado no ombro foi encaminhado para o Hospital Vila da Serra, e, a princípio, a bala teria ficado alojada. A ação teria começado próxima ao Ponteio Lar Shopping, na BR-356, e o carro só teria parado já dentro do Bairro Belvedere, em frente a um posto de gasolina.

A princípio, parentes dos jovens confundidos disseram que a Polícia Civil procurava integrantes de uma quadrilha que cometia roubos na região do Belvedere e um dos membros desse grupo criminoso teria apontado que seus comparsas estariam em um carro parecido com o abordado, o que motivou a ação. Pelo menos quatro tiros foram disparados contra o carro errado.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade