Publicidade

Estado de Minas

Flanelinhas ameaçam quebrar carros para extorquir motoristas e são presos em BH

Ação da Guarda Municipal terminou com seis homem detidos na região da Área Hospitalar; guarnição encaminhou suspeitos à Central de Flagrantes (Ceflan) 2


postado em 18/03/2019 20:34 / atualizado em 18/03/2019 20:39

(foto: Reprodução/Guarda Municipal)
(foto: Reprodução/Guarda Municipal)

 

Cobrar taxas para que motoristas estacionem na via pública sob ameaças de quebrar o veículo de quem nega a extorsão. O modus operandi bastante utilizado pelos flanelinhas espalhados por Belo Horizonte terminou com seis homens detidos na tarde desta segunda-feira (18). A ocorrência foi registrada pela Guarda Civil Municipal da capital mineira.


Segundo a Guarda Municipal, os suspeitos atuavam na região da Área Hospitalar, no Bairro Santa Efigênia, na esquina da Avenida Alfredo Balena com a Rua Padre Rolim, Região Leste da cidade. Ao serem detidos, eles foram levados à Central de Flagrantes (Ceflan) 2, situado no Bairro Santa Tereza, no mesmo território administrativo.


De acordo com a Guarda Municipal, a ação da guarnição aconteceu depois de uma denúncia feita no aplicativo da prefeitura. Desde o lançamento do serviço, em outubro do ano passado, até hoje, já foram realizadas 489 denúncias de atuação de flanelinhas na capital.


A Região Centro-Sul é a campeã de registros, seguida da Pampulha e em terceiro lugar aparece a Oeste, segundo a Guarda Municipal. Para utilizar o canal de denúncia, basta baixar o BH App na sua loja de aplicativos e clicar no item ''solicitar serviços'' e escolher a opção ''Locais de Atuação de Flanelinhas em Vias Públicas''.

 

Por meio da tecnologia, o usuário poderá apontar no mapa, em um ponto exato, onde o flanelinha está atuando. Além disso, a plataforma permite até o envio de uma foto da cena. A administração municipal garante que a denúncia será sigilosa.

 

As denúncias chegam à Secretaria Municipal de Segurança e Prevenção (SMSP) e auxiliam, de maneira efetiva, no mapeamento e no planejamento de ações preventivas contra esse tipo de prática.



Publicidade