Publicidade

Estado de Minas

Homem tenta assaltar PM e acaba baleado no Buritis

Assaltante notou que PM saía de agência bancária e o seguiu até um restaurante da região


postado em 13/03/2019 15:59 / atualizado em 13/03/2019 20:38

Segundo a PM, a tentativa de assalto ocorreu em um bar na Rua Vitório Magnavacca(foto: Google Street View/Reprodução)
Segundo a PM, a tentativa de assalto ocorreu em um bar na Rua Vitório Magnavacca (foto: Google Street View/Reprodução)

Um homem de 40 anos foi baleado, na tarde desta quarta-feira, ao tentar assaltar um policial militar em um restaurante do Bairro Buritis, na Região Oeste de Belo Horizonte. Fabiano Miguel de Lima teria chegado ao estabelecimento e ido diretamente à mesa do PM, que estava de folga e com trajes civis.

 

De acordo com o boletim de ocorrência da Polícia Militar, por volta das 13h, o policial saiu de uma agência bancária e foi almoçar no restaurante Churrasquinho do Manuel, localizado na Rua Vitório Magnavacca. A suspeita é de que o assaltante tenha acompanhado o PM desde o banco.

 

Já no restaurante, o agente foi surpreendido quando Fabiano entrou no estabelecimento e foi direto à mesa onde ele estava. Segurando uma arma de fogo, o assaltante pediu para o PM “ficar quieto e entregar o dinheiro”.

 

Segundo relatos do agente, após entregar o celular e a sacola com a logomarca do banco em que estava para o assaltante, ele sacou uma pistola e disparou. Fabiano ainda conseguiu correr para fora do restaurante, mas acabou caindo no chão.

 

Ainda de acordo com o PM, mesmo caído, o assaltante continuou segurando a arma de fogo e fazendo ameaças. Nesse momento, o agente teria efetuado outro disparo contra Fabiano.

 

O suspeito foi socorrido para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA-Oeste) e, posteriomente, para o Hospital João XXIII, onde se encontrava, pelo menos até às 20h30. De acordo com a corporação, um outro assaltante estaria envolvido no assalto. A ocorrência foi encerrada na Central de Flagrantes 3, na Região do Barreiro.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade