Publicidade

Estado de Minas

Van capota e deixa nove adolescentes feridos em rodovia mineira

Segundo os bombeiros, no momento do socorro, uma garota de 11 anos apresentava suspeita de traumatismo craniano


postado em 13/03/2019 18:08 / atualizado em 13/03/2019 19:29

A van caiu em uma ribanceira de 40 metros(foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros)
A van caiu em uma ribanceira de 40 metros (foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros)
Nove estudantes entre 11 e 15 anos ficaram feridos, no km 18 da MG-448, próximo ao município de Santa Bárbara do Tugúrio, na Região Central de Minas Gerais, depois que um motorista de uma van perdeu o controle do veículo, que saiu da pista e capotou. O acidente ocorreu por volta das 12h40 desta quarta-feira.

Os adolescentes são moradores da cidade e voltavam de Barbacena em um Fiat Ducato. Segundo o motorista, de 37 anos, ao descer a rodovia, o veículo perdeu o controle, saiu da pista e capotou em uma ribanceira de, aproximadamente, 40 metros. A van ainda capotou duas vezes antes de parar. Ainda não se sabe o que motivou o descontrole do veículo.

Durante o acidente, quatro alunos foram jogados para fora da van. Os outros cinco foram retirados por populares que moram próximos à região do capotamento. Segundo o Corpo de Bombeiros, eles tiveram ferimentos diversos e suspeitas de fraturas, luxações e lesões. 

Ainda conforme a corporação, o motorista do Fiat Ducato trabalha realizando transporte particular de alunos de escolas de Barbacena, a cerca de 30 quilômetros de Santa Bárbara do Tugúrio. Após o acidente, ele se submeteu ao teste de bafômetro, que não constatou álcool em seu corpo.

Entre as vítimas, oito foram encaminhadas ao Hospital Regional de Barbacena com ferimentos leves. Já uma garota de 11 anos apresentava suspeita de traumatismo craniano e foi enviada à Santa Casa de Misericórdia, considerada pelos resgatistas referência em casos pediátricos. Em contato com o Estado de Minas às 18h, a administração do hospital não informou o estado da vítima.

De acordo com os bombeiros, entre as vítimas, estavam dois estudantes da Escola Sesi, um do Colégio Imaculada, quatro do Colégio Aprendiz e dois alunos da Escola Estadual Yaya Moreira.

* Estagiário sob supervisão da subeditora Ellen Cristie


Publicidade