Publicidade

Estado de Minas

Presidente afastado da Vale presta depoimento à Polícia Federal em Belo Horizonte

Fábio Schvartsman se afastou da presidência da mineradora após recomendação da força-tarefa que investiga o rompimento da barragem da empresa em Córrego do Feijão, distrito de Brumadinho, que já deixou 201 pessoas mortas e outras 107 desaparecidas


postado em 13/03/2019 15:25 / atualizado em 13/03/2019 15:31

Ex-presidente da Vale sai de carro da Polícia Federal (PF), no Bairro Gutierrez, Região Oeste da capital mineira(foto: Gladston Rodrigues/EM. DA Press)
Ex-presidente da Vale sai de carro da Polícia Federal (PF), no Bairro Gutierrez, Região Oeste da capital mineira (foto: Gladston Rodrigues/EM. DA Press)
O presidente afastado da mineradora Vale chegou na manhã desta quarta-feira à sede da Polícia Federal em Belo Horizonte, no Bairro Gutierrez, Região Oeste da capital mineira, para prestar depoimento sobre o rompimento da barragem da mineradora em Córrego do Feijão, distrito de Brumadinho, na Grande BH. Ele chegou por volta de 9h40 e ficou mais de cinco horas lá. 

Schvartsman se licenciou do cargo depois de uma recomendação da força-tarefa que investiga a tragédia. Outros 13 funcionários da mineradora também se afastaram de seus cargos, pela mesma recomendação. Em 14 de fevereiro, quando foi convocado pela Comissão Externa de Brumadinho na Câmara dos Deputados, Schvartsman disse que a Vale é uma "joia brasileira" e não podia ser condenada por um "acidente".

"A Vale é uma das melhores empresas que eu conheci da minha vida. É uma joia brasileira, que não pode ser condenada por um acidente que aconteceu em sua barragem, por maior que tenha sido a tragédia", disse na ocasião.

Em nota, a Polícia Federal se limitou a informar apenas que tem cumprido diversas diligências no interesse das investigações e não comenta os casos em curso. A corporação não forneceu mais nenhum detalhe sobre a presença do chefe licenciado da mineradora.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade