Publicidade

Estado de Minas

Ladrão esquece celular na casa da vítima e é preso

Três criminosos invadiram uma casa no Bairro Itapoã, em BH, e renderam os moradores. No entanto, um deles deixou o celular para trás


postado em 13/03/2019 11:12 / atualizado em 13/03/2019 16:55

Materiais recuperados após prisão de assaltante(foto: Polícia Militar/Divulgação)
Materiais recuperados após prisão de assaltante (foto: Polícia Militar/Divulgação)


Um aparelho de telefone deixado em uma residência assaltada nessa terça-feira, no Bairro Itapuã, Região da Pampulha, levou a polícia a prender Bruno Simões Gonçalves de Souza, 33 anos, e recuperar parte dos produtos roubados e um Honda Civic, utilizado pelo bando para transportar os objetos subtraídos da família. O suspeito estava na casa de parentes, no Bairro Aparecida, Região Nordeste de BH e confessou participação no crime. Ele acusou um dos comparsas, Alexandre Moreira Máximo, 30 anos, conhecido como “Dentão” de ter planejado o crime. Outros produtos foram localizados na casa da sogra do suspeito, que não sabia que estavam escondidos lá.

Por volta do meio-dia de ontem, três bandidos chegaram na casa situada na Rua Jornalista Waldir Lau, arrombaram o portão e anunciaram o assalto. Todos estavam portando armas de fogo. As três pessoas que estavam na residência foram levadas para um cômodo e os ladrões passaram a revirar móveis procurando “cofre”. Segundo relato das vítimas, em determinado momento, um dos assaltantes chamou o outro de “Dentão” e reclamou que “o cara que está rendendo a gente é muito mole” o que levou a polícia a suspeitar de um quarto elemento que estaria monitorando a ação, uma vez que o telefone de um dos assaltantes não parava de tocar.

Depois de duas horas no imóvel os ladrões levaram televisões, celulares, computadores, joias e roupas diversas, e o Honda Civic da família. Um outro carro deu cobertura à fuga. Através de câmeras de segurança na vizinhança a polícia descobriu um veículo HB20 Sedan prata que teria participado também da fuga. Após perícia no local os policiais apreenderam o celular deixado para trás que foi rastreado e localizado na rua Aroeira, bairro Santa Cruz, Região Nordeste de BH. No local a mãe de Bruno contou que o filho comete roubos na cidade e que não mora com ela, mas “vive escondendo em endereços diversos” e que não sabia informar onde estava morando, mas deu o endereço de parentes na rua Bernardos Cisneiros, no bairro Aparecida, mesma região, onde o suspeito foi encontrado

Bruno disse que Dentão que planejou tudo, inclusive com informações privilegiadas da família assaltada. Ele levou os policiais até a residência mas o homem não se encontrava. O pai do suspeito não soube informar seu paradeiro. O Honda Civic foi encontrado abandonado. A polícia não informou o local. O veículo usado no assalto consta como roubado.


Publicidade