Publicidade

Estado de Minas

Vozes de Brumadinho: TV Alterosa exibe especial de 43 minutos

Versão para televisão de reportagem multimídia do Estado de Minas mostra relatos em primeira pessoa de moradores e parentes de vítimas da tragédia de Brumadinho


postado em 26/02/2019 17:22 / atualizado em 26/02/2019 18:12


A TV Alterosa/SBT exibe nesta quarta-feira (27), por volta das 13h30, logo após o Alterosa Alerta, uma reportagem especial sobre a tragédia de Brumadinho com os depoimentos de 11 pessoas, entre moradores e parentes de vítimas do rompimento da Barragem da Mina Córrego do Feijão, da Vale, ocorrido em 25 de janeiro.

O programa é uma versão especial de 43 minutos da reportagem Vozes de Brumadinho - o drama em primeira pessoa, publicada pelo Estado de Minas no domingo (24). Inspirado em Vozes de Tchernóbil: a história oral do desastre nuclear, livro mais aclamado da jornalista russa Svetlana Aleksiévitch (Prêmio Nobel de Literatura), o trabalho deu protagonismo aos anônimos atingidos pela tragédia em Brumadinho.

O especial será dividido em dois blocos, com foco em detalhes ainda não contados sobre o impacto que a tragédia provocou nas famílias diretamente atingidas e em toda a comunidade de Brumadinho.

Durante duas semanas, os repórteres Alexandre Guzanshe, Fred Bottrel, Larissa Kümpel, Maria Irenilda Pereira, Márcia Maria Cruz e Renan Damasceno conviveram com a dor dos atingidos pelo tsunami de rejeitos de minério de ferro que escorreu da barragem da Vale e matou centenas de pessoas.

Especial Vozes de Brumadinho reúne relatos em primeira pessoa de sobreviventes e parentes de vítimas do rompimento da barragem da Vale(foto: Reprodução)
Especial Vozes de Brumadinho reúne relatos em primeira pessoa de sobreviventes e parentes de vítimas do rompimento da barragem da Vale (foto: Reprodução)

A equipe escutou relatos de perdas irreparáveis e de angústia permanente, mas também de coragem e solidariedade. Histórias de vidas interrompidas e de vidas resgatadas.

O especial Vozes de Brumadinho narra as histórias de Adriana, Atenagos, Dari, Edson, Elias, Farah, Helena, Jefferson, Joel, Karla, Malvina e Nely, que, como tantos outros brasileiros, vivem entre o luto e o medo desde 25 de janeiro de 2019, e não podem ser vítimas de mais um crime: o do silenciamento.

Conteúdo especial para a TV Alterosa tem 43min de duração e foi dividido em dois blocos(foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)
Conteúdo especial para a TV Alterosa tem 43min de duração e foi dividido em dois blocos (foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)


Publicidade