Publicidade

Estado de Minas

Temporal deixa pessoas ilhadas em igreja, carros e provoca estragos em Barbacena

Segundo a prefeitura, a chuva tem um acumulado de 70 milímetros, o que é considerado forte. Ruas foram alagadas e pessoas ficaram ilhadas


postado em 21/02/2019 14:06 / atualizado em 21/02/2019 14:18

Diversas ruas e avenidas do município ficaram alagadas(foto: WhatsApp/Reprodução)
Diversas ruas e avenidas do município ficaram alagadas (foto: WhatsApp/Reprodução)

Moradores de Barbacena, na Região Central de Minas Gerais, contam os prejuízos e ainda fazem a limpeza de ruas nesta quinta-feira, após o temporal que atingiu a cidade na noite de quarta-feira. Segundo a prefeitura, a chuva tem um acumulado de 70 milímetros, o que é considerado forte. Ruas foram alagadas e pessoas ficaram ilhadas. Somente em uma igreja evangélica, no Bairro Pontilhão, aproximadamente 40 pessoas foram resgatadas pelo Corpo de Bombeiros. Uma força-tarefa foi montada pela a administração municipal para atender as ocorrências.


O temporal atingiu a cidade na noite de quarta-feira. De acordo com o Corpo de Bombeiros, os militares foram acionados para a Igreja Evangélica Assembleia de Deus, no Bairro Pontilhão, onde diversas pessoas estavam ilhadas dentro do imóvel. Quando chegaram ao local, constaram que haviam aproximadamente 40 moradores, entre adultos, idosos e crianças. Todos foram retiradas e colocadas em local seguro.

No mesmo bairro, pessoas foram encontradas ilhadas dentro de três veículos. Elas também foram retiradas e colocadas em local seguro pelos bombeiros. A água também cobriu a Rua José Felipe Braz, no Bairro Vilela, deixando alguns moradores presos. A altura da água, segundo o Corpo de Bombeiros, chegou a um metro e meio. Ninguém ficou ferido.

 

Na madrugada desta quinta-feira, o muro de aproximadamente 10 metros de extensão caiu e atingiu uma residência. A cozinha e um banheiro foram destruídos. Ninguém ficou ferido. O morador teve que deixar o imóvel e foi para a casa de familiares. Até mesmo uma delegacia, localizada no Bairro Pontilhão, foi atingida pelo alagamento. Segundo a prefeitura, o atendimento a população foi suspenso nesta quinta-feira.

Muro de casa desabou e destruiu parte do imóvel(foto: WhatsApp/Reprodução)
Muro de casa desabou e destruiu parte do imóvel (foto: WhatsApp/Reprodução)

 

Ações

 

Equipes da Secretaria Municipal de Obras Públicas (Semop), Serviço de Água e Saneamento (SAS), Defesa Civil e Guarda Civil Municipal, montaram uma força-tarefa para atender às ocorrências relacionadas pela chuva. “As equipes estão atualmente empenhadas em trabalho amplo de limpeza, desobstrução de vias, eventuais reparos e atendimento às ocorrências e chamados da população e dos órgãos envolvidos, com o objetivo de normalizar a situação o mais rápido possível”, informou a prefeitura.


Publicidade