Publicidade

Estado de Minas

Veja como está o trecho da BR-356 interditado por risco em barragem

Nesta manhã, Polícia Militar anunciou que tamanho da área de interdição foi reduzido após nova análise. Em caso de rompimento de uma barragem da Vale, parte da rodovia seria atingida


postado em 21/02/2019 09:28 / atualizado em 21/02/2019 13:17



Motoristas que trafegam pela BR-356 na região de Nova Lima, Grande BH, encontram a rodovia fechada na altura do km 29 na manhã desta quinta-feira. O motivo é o risco gerado pela Barragem de Vargem Grande, da Vale, que motivou a evacuação de cerca de 100 pessoas desde a manhã dessa quarta-feira. Além do km 29, há outros dois bloqueios na BR-356, entre o km 35, altura da Lagoa das Codornas, e o km 41.

Segundo a Defesa Civil, a zona considerada de maior impacto em caso de um possível rompimento da barragem atingiria o local entre os kms 35 e 50, porém, no início da manhã, a Polícia Militar Rodoviária (PMRv) já estava fazendo um bloqueio na altura do km 29 e liberando apenas a passagem de motoristas que se dirigem aos condomínios antes da Lagoa das Codornas. 

Às 9h15, a PM informou que, analisando a área de inundação em caso de rompimento, concluiu que a área afetada seria a que fica entre os kms 35 e 41. Assim, este trecho permanece interditado. A situação foi discutida em uma reunião com a Defesa Civil e a Vale. 

Caminhoneiros em trecho interditado da BR-356, em frente ao Alphaville(foto: Paulo Filgueiras/EM/DA Press)
Caminhoneiros em trecho interditado da BR-356, em frente ao Alphaville (foto: Paulo Filgueiras/EM/DA Press)


Já é possível perceber caminhões encostados à beira da BR-356 em frente ao Condomínio Alphaville, porque encontraram o trânsito fechado. 

As autoridades que fizeram o bloqueio da BR-356 indicam dois desvios. Veículos leves, vindo de Belo Horizonte, podem usar a MG-030 para passar por Nova Lima, Rio Acima e em estrada de terra até Itabirito. Já veículos pesados devem seguir pela BR-040 até Congonhas, Ouro Branco e depois Ouro Preto, para depois voltar para Itabirito ou seguir viagem para onde iriam normalmente. 

Ao todo, 125 pessoas tiveram que sair de casa ontem. Vinte e cinco delas relacionadas a quatro barragens do Complexo da Mina de Fábrica, em Ouro Preto. Elas ocupam uma área rural há 15 quilômetros da comunidade de Engenheiro Correia.  

(foto: Defesa Civil de Minas Gerais/Divulgação)
(foto: Defesa Civil de Minas Gerais/Divulgação)


PROBLEMAS NO CAMINHO Durante a manhã, pelo menos dois acidentes foram registrados em diferentes pontos das estradas que são caminhos para alguns motoristas que deveriam utilizar a BR-356. 

Com problemas mecânicos, ônibus parou na entrada de uma ponte que não suporta veículos pesados(foto: Reprodução da internet/WhatsApp)
Com problemas mecânicos, ônibus parou na entrada de uma ponte que não suporta veículos pesados (foto: Reprodução da internet/WhatsApp)


No início da manhã, um ônibus que fazia a linha Ubá – Brasília teve um problema mecânico na MG-030, em Rio Acima. O veículo parou na entrada de uma ponte e, segundo a Polícia Militar Rodoviária (PMRv), a estrutura não suporta veículos pesados.

As equipes conseguiram retirar o ônibus do local, mas a polícia alerta que o trecho deve ser evitado, pois são 25 quilômetros de estrada de terra e a chuva piora a situação. No início da tarde, havia lentidão na MG-030. 

Na BR-040, caminhão com materiais de construção tombou (foto: Reprodução da internet/WhatsApp)
Na BR-040, caminhão com materiais de construção tombou (foto: Reprodução da internet/WhatsApp)


Mais tarde, na BR-040, em Itabirito, um caminhão que transportava materiais de construção tombou no km 584, perto do restaurante da Celinha. O trânsito ficou lento em ambos os sentidos e passou a fluir em mão dupla. O fluxo só foi liberado às 11h. Não há informações sobre feridos. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade