Publicidade

Estado de Minas

Vale explica doações de R$ 50 mil ou R$ 15 mil aos atingidos, em Brumadinho

As quantias serão destinadas aos moradores, produtores rurais ou comerciantes que tinham propriedades em até 10 quilômetros da barragem


postado em 08/02/2019 16:53 / atualizado em 08/02/2019 19:27

(foto: Edésio Ferreira/EM/D.A PRESS)
(foto: Edésio Ferreira/EM/D.A PRESS)

Em vídeo divulgado nesta sexta-feira, a Vale informou como serão feitas as doações de R$ 50 mil e R$ 15 mil aos afetados pelos rejeitos da barragem I da Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho, que se rompeu em 25 de janeiro. As quantias serão destinadas aos moradores, comerciantes e ruralistas da região próxima à estrutura. 

De acordo com o líder do grupo de resposta imediata para ações da Vale em Brumadinho, Cláudio Alves, poderão ter acesso às doações os moradores e comerciantes que tinham alguma  propriedade a até 10 quilômetros da barragem, zona chamada pelo funcionário de “Autossalvamento do Plano de Ação de Emergência de Barragens de Mineração”.  

“Mesmo quem não tenha sido atingido pelo rejeito pode receber a doação”, afirmou Alves.

No caso dos moradores, serão destinados R$ 50 mil, já aos comerciantes e ruralistas a Vale disponibilizará R$ 15 mil. A mineradora confirmou que as doações não tem relação com os já R$ 100 mil aos familiares de vítimas fatais da tragédia. Além das quantias pagas, a empresa ainda terá que pagar indenizações, ainda não estabelecidas pela Justiça, aos atingidos.

Segundo Alves, os requerimentos poderão ser feitos a partir de segunda-feira, na Estação Conhecimento, ponto de assistência às famílias das vítima. Para ter acesso à quantia, é necessário levar documentos pessoais que comprovem a relação da pessoa com a área referida.  

A doação será por propriedade e não por morador. Exemplo: caso a casa afetada era a residência de duas pessoas, o valor adquirido pela família será de R$ 50 mil e não R$ 100 mil.

A previsão é de que, após a confirmação das informações repassadas à mineradora, o depósito da quantia seja efetuado em até sete dias úteis.

* Estagiário sob supervisão da subeditora Ellen Cristie


Publicidade