Publicidade

Estado de Minas

Manifestantes protestam contra a Vale na porta da ALMG

Grupo que participa do protesto jogou lama na escadaria da Assembleia, onde deputados tomam posse hoje


postado em 01/02/2019 13:38 / atualizado em 01/02/2019 15:15

Manifestantes pedem CPI da Mineração(foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press)
Manifestantes pedem CPI da Mineração (foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press)

Populares fazem uma manifestação na porta da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) contra a Vale e em homenagem às vítimas da tragédia de Brumadinho, na tarde desta sexta-feira. 
(foto: Juarez Rodrigues/EM/DA Press)
(foto: Juarez Rodrigues/EM/DA Press)

Barro foi jogado no chao na escadaria da Assembleia e um manifestante está com o corpo sujo do material, simbolizando os mortos. A manifestação foi organizada pelo grupo Santa Mão, coletivo criado depois da tragédia em que mais de 100 pessoas morreram.

(foto: Juarez Rodrigues/EM/DA Press)
(foto: Juarez Rodrigues/EM/DA Press)


(foto: Juarez Rodrigues/EM/DA Press)
(foto: Juarez Rodrigues/EM/DA Press)
"Não foi acidente. O Estado mata rio, mata peixe e mata gente", gritam os manifestantes, revezando as palavras estado e Vale.

Os manifestantes estão ainda com cartazes, cruzes e a todo instante gritam "assassinos". Um grupo coleta assinaturas para um abaixo-assinado pela desativação da barragem de rejeitos de Raposos, da AngloGold.
Protesto quer CPI da Mineração para apurar desastre da Vale em Brumadinho(foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press)
Protesto quer CPI da Mineração para apurar desastre da Vale em Brumadinho (foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press)

Os manifestantes tentam ainda entrar na Assembleia Legislativa, onde daqui a pouco os 77 deputados eleitos em outubro tomam posse.


Publicidade