Publicidade

Estado de Minas

Barragem que se rompeu em Brumadinho não estava entre dezenas sem garantia de estabilidade em Minas

Reportagem publicada há um ano no Estado de Minas mostrou que Minas tem mais de 400 barragens de rejeitos e quase 10% delas apresentam riscos


postado em 25/01/2019 14:09 / atualizado em 25/01/2019 20:04

Ver galeria . 34 Fotos Rompimento de rejeitos da Barragem 1 da Mina Feijão, da Mineiradora Vale, em Brumadinho, Grande BH Alexandre Guzanshe/EM/D.A press
Rompimento de rejeitos da Barragem 1 da Mina Feijão, da Mineiradora Vale, em Brumadinho, Grande BH (foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A press )
O Estado de Minas mostrou no início do ano passado que Minas tem mais de 50 barragens sem garantia de estabilidade.

A barragem de Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, que se rompeu no início da tarde desta sexta-feira, não estava entre elas.

Segundo as primeiras informações do Corpo de Bombeiros de Contagem, que atende o município, há vítimas.

Na matéria publicada em janeiro de 2018, a procuradora de Justiça e membro da força-tarefa Rio Doce – que acompanha e cobra pelo Ministério Público de Minas Gerais ações após a tragédia do rompimento da Barragem do Fundão –, Andressa Lanchotti, há pelo menos 400 barragens de rejeitos no estado, sendo que quase 10% precisam ser monitoradas de perto devido aos perigos de ruptura, com efeitos graves para o meio ambiente e núcleos humanos.

 “Usamos o inventário da Fundação Estadual de Meio Ambiente (Feam), estudos técnicos do MP com indicadores de quais estruturas estão em risco, dados estatísticos de processos, inquéritos civis e chegamos ao número de 37 barragens. Mas não dá para falar com segurança que além dessas não tenhamos outras em situação de risco”, afirma a procuradora, que destacou a necessidade de ampliar a fiscalização e de aprovar as leis que tramitam na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) há dois anos para que haja um fortalecimento desse controle de implantação e garantias dos empreendimentos.

A Feam aponta a existência de mais de 50 barragens sem garantia de estabilidade, nem todas de rejeitos. Confira abaixo:
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade