Publicidade

Estado de Minas

Padrasto usa rede social para extorquir enteada e é preso em Uberlândia

Homem usou whatsapp e pediu R$ 2,5 mil para não divulgar fotos íntimas da vítima.


postado em 27/10/2018 18:36 / atualizado em 27/10/2018 19:50

Um suspeito inusitado chamou a atenção da Polícia Civil de Uberlândia, no Triângulo Mineiro, neste sábado, durante operação para prender em flagrante o autor de um crime de extorsão. O caso teve início quando a vítima procurou os investigadores do 2° Distrito de Polícia para relatar que estava sendo extorquida por alguém, até então não identificado, por meio do whatsapp.

A pessoa exigia a quantia de R$ 2,5 mil para que não publicasse fotos íntimas da vítima. Os investigadores monitoraram as mensagens trocadas entre vítima e o acusado. Neste sábado, quando supostamente a vítima iria fazer o pagamento da extorsão, os policias prenderam o suspeito em flagrante.


Junto com L. C. G. M., foi encontrado o celular com o chip cadastrado no número usado para fazer a chantagem e todas as fotos e vídeos íntimos da vítima. A equipe identificou, na hora da prisão, que se trata do padrasto da vítima.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade