...
Publicidade

Estado de Minas

Escola de veterinária da UFMG repudia pichação acompanhada de suástica em banheiros e corredores da instituição

"Repudiamos veemente atos de vandalismo contra o patrimônio público e contra a liberdade de pensamento e posicionamento político", afirmou a instituição, em nota. Caso foi levado à Divisão de Segurança da UFMG


postado em 24/10/2018 22:22 / atualizado em 24/10/2018 22:54

(foto: Reprodução/Redes Sociais)
(foto: Reprodução/Redes Sociais)
A Escola de Veterinária da Universidade Federal de Minas Gerais, no Câmpus Pampulha, em Belo Horizonte, repudiou ontem as pichações nos corredores e portas de banheiros do Departamento de Clínica e Cirurgia Veterinárias. As pichações, notadas na terça-feira à noite, trazem a frase “fim do comunismo na UFMG”, acompanhada de suástica, símbolo nazista. 

(foto: Reprodução/Redes Sociais)
(foto: Reprodução/Redes Sociais)
Em nota assinada pelo diretor em exercício da escola, professor Roberto Maurício Carvalho, a instituição condenou o ato. “A diretoria da Escola de Veterinária da UFMG repudia veemente atos de vandalismo contra o patrimônio público e contra a liberdade de pensamento e posicionamento político.”

A escola informou ainda que relatou o caso à Divisão de Segurança da UFMG.

Na sexta-feira, a UFMG já havia repudiado outra pichação em um dos banheiros da universidade. Na ocasião, foi pichada a frase "faculdade é coisa séria, para poucos", também acompanhada de uma suástica. Daquela vez, o registro vinha acompanhado de um "B17", suposta referência ao candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL).

*Estagiário sob supervisão da subeditora Rachel Botelho

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade