Publicidade

Estado de Minas

Funcionários se queimam em serviço de manutenção na Usiminas

Queimaduras foram causadas por vapor d'água no quarto acidente em pouco mais de dois meses na usina


postado em 10/10/2018 19:01 / atualizado em 10/10/2018 19:07

Este é o quarto acidente na Usiminas em pouco mais de dois meses(foto: Edmar Silva/Divulgacao )
Este é o quarto acidente na Usiminas em pouco mais de dois meses (foto: Edmar Silva/Divulgacao )
Três funcionários ficaram feridos na Usiminas, em Ipatinga, na Região do Vale do Aço, enquanto faziam manutenção na área de aciaria, onde o ferro gusa é convertido em aço. O acidente ocorreu na tarde desta terça-feira e acarretou queimaduras por vapor d’água nas três pessoas.

Segundo a Usiminas, os funcionários são empregados da empresa contratada Convaço, prestadora de serviços na usina de Ipatinga. Após o acidente, eles teriam sido encaminhados ao Hospital Mário Cunha, onde permanecem internados, um deles na UTI (confira a nota completa da Usiminas no final da matéria).

Este foi quarto acidente em pouco mais de dois meses na usina. No dia 8 de agosto, um homem morreu enquanto prestava serviços de manutenção em equipamento de despoeiramento da usina. Já no dia 10 do mesmo mês, um forte explosão na Usiminas sacudiu a cidade. Na ocasião, escolas cancelaram as aulas por medida de segurança, bairros foram evacuados, comércios e casas tiveram as vidraças quebradas e 34 pessoas tiveram que ser encaminhadas para atendimento médico.

Ainda em agosto, no dia 13, um eletricista se feriu ao realizar um serviço na sinterização. Ele foi levado para um hospital, onde recebeu atendimentos médicos.

Nota da Usiminas:

"A Usiminas informa que na tarde desta terça-feira, dia 9 de outubro, três empregados da contratada Convaço, empresa prestadora de serviços na Usina de Ipatinga, se acidentaram enquanto realizavam atividade de manutenção na área de Aciaria. Eles sofreram queimaduras por vapor d’água e foram encaminhados, imediatamente, para o Hospital Márcio cunha, onde foram medicados e permanecem internados, sendo um na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). As causas do acidente já estão sendo investigadas."

*Estagiário sob supervisão da editora Liliane Corrêa

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade