Publicidade

Estado de Minas

SLU recolhe mais de 50 toneladas de lixo eleitoral em BH

Somente na Região Centro-Sul da capital mineira foram 11,2 toneladas de papéis recolhidos. A boa notícia é que neste ano, pela primeira vez, os papéis serão reciclados


postado em 08/10/2018 14:14 / atualizado em 08/10/2018 18:30

Lixo se acumulou, principalmente, próximos aos locais de votação(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A.Press)
Lixo se acumulou, principalmente, próximos aos locais de votação (foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A.Press)

As ruas de Belo Horizonte foram novamente tomadas por lixo eleitoral nos últimos dias. Em muitos lugares, santinhos e panfletos ficaram espalhados pelas vias e calçadas, levando risco aos eleitores. A chuva fina também ajudou a piorar a situação, já que os papeis grudaram no chão. Segundo a Superintendência de Limpeza Urbana (SLU) foi notado uma diminuição da sujeira em comparação com anos anteriores. Mesmo assim, desde sábado até a manhã desta segunda-feira (8), foram retirados 53,9 toneladas de materiais em toda a capital. Somente na Região Centro-Sul da capital mineira, foram mais de 11 mil quilos de sujeira. A boa notícia é que neste ano, pela primeira vez, os papéis serão reciclados.

Uma grande operação foi montada pela SLU para atender as demandas do período eleitoral. Desde quinta-feira, equipes estão foram deslocadas para pontos onde é comum o acúmulo de sujeira. Neste período, houve um aumento de 405 a 50% dos resíduos de propaganda políticas em toda cidade.

Desde o início desta manhã, equipes estão percorrendo os locais onde os eleitores votaram. Depois, vão continuar com as ações regulares de limpeza da cidade. A previsão era de que as ações fossem concluídas até as 17h desta segunda. Segundo a SLU, a maior demanda está nas vilas e aglomerados urbanos.

O material retirado das ruas serão destinadas às cooperativas parceiras da Prefeitura, o que corresponde a cinco caminhões cheios. “Embora houvesse algum aproveitamento dos resíduos nas eleições passadas, é a primeira vez que o papel recolhido na varrição das eleições será inteiramente destinado à reciclagem, com exceção daquele que estiver sujo ou molhado. Contudo, espera-se que a maior parte do papel será aproveitada”, explicou a SLU.

Confira a quantidade de material recolhido por regional administrativa:

 

Centro-Sul: 11.230 kg

 

Barreiro: 2.990 kg

 

Leste: 1.300 kg

 

Nordeste: 2.100 kg

 

Noroeste: 1.240 kg

 

Norte: 7.385 kg

 

Oeste: 8.410 kg

 

Pampulha: 8.778 kg

 

Venda Nova: 10.500 kg 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade