Publicidade

Estado de Minas

Filho de candidato a deputado estadual é assassinado em São José da Lapa

Homem de 39 anos já tinha passagens na polícia por homicídio e tráfico de drogas, conforme a Polícia Militar


postado em 22/09/2018 18:11 / atualizado em 22/09/2018 22:32

Um homem de 39 anos foi assassinado na tarde deste sábado em São José da Lapa, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Segundo a Polícia Militar, Carlos Eduardo de Almeida, o Duda, de 39 anos, é filho de Raimundo Luiz de Almeida, que é candidato a deputado estadual nas eleições deste ano pelo Partido Trabalhista Cristão (PTC) com o nome "Pai do Duda".

De acordo com a PM, Carlos Eduardo seria morador de Contagem, também na Grande BH. Ele teria marcado com outra pessoa um encontro em um lava-jato para adesivar o automóvel para uma carreata de cunho político, de apoio à campanha do pai. Chegou ao local de carro acompanhado por dois rapazes e uma mulher, quando foi surpreendido por outros quatro homens que vinham atrás, em outro veículo. Um deles, provavelmente usando uma pistola de calibre 9 milímetros, desferiu vários disparos contra Duda, que morreu no local.

A polícia foi acionada por volta das 16h30 para atender a ocorrência no Bairro Belo Vale. A mulher e os rapazes que estavam com a vítima não sofreram ferimentos. O homem com quem Carlos Eduardo havia combinado o encontro, por meio do whatsapp, foi levado à delegacia e teve o celular, com várias conversas entre os dois, apreendido.

Sistemas de monitoramento na rua onde ocorreu o crime podem ajudar a elucidar o fato, mas por enquanto autoria e motivação são desconhecidos. A ocorrência foi encerrada em delegacia de São José da Lapa.

Carlos Eduardo já é fichado na polícia por envolvimento com o tráfico de drogas e também por dois homicídios, conforme a Polícia Militar.

Pelo site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a candidatura de Raimundo Luiz consta como apta para disputar as eleições, mas a situação do candidato consta como "indeferida com recurso", sem maiores detalhes.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade