Publicidade

Estado de Minas

Homem pede para ser preso por preferir as 'mordomias do sistema penitenciário'

O caso aconteceu em Teófilo Otoni, no Vale do Mucuri. Como teve o pedido negado, quebrou uma das janelas do 19º Batalhão da Polícia Militar e acabou detido por dano ao patrimônio


postado em 14/09/2018 15:17 / atualizado em 14/09/2018 15:26

As cadeias no Brasil sofrem com a superlotação. Constantemente, detentos reclamam das condições vividas nos locais, por diversas vezes insalubres. Mesmo assim, há pessoas que desejam viver dentro de penitenciárias. Como é o caso de um homem de 30 anos que pediu para ser preso, novamente,  pois preferia as “mordomias” do sistema penitenciário. O caso aconteceu em Teófilo Otoni, no Vale do Mucuri. Para isso,  quebrou uma das janelas do 19º Batalhão da Polícia Militar e acabou detido por dano ao patrimônio.

O caso aconteceu na última quarta-feira. De acordo com a Polícia Militar (PM), o homem, conhecido como Bob Esponja, foi até o batalhão da corporação e  disse que "gostaria de voltar a ser encarcerado". Ele dizia que preferia as "mordomias" do sistema penitenciário do que sua liberdade. Por isso, pegou um cabo de vassoura e quebrou uma das janelas do 19º batalhão da PM da cidade.

Ele acabou detido em flagrante por danos ao patrimônio público. Ainda segundo o registro policial, ele já tem passagem por três furtos.

Em entrevista ao repórter Marcos Pereira, da Rádio Teófilo Otoni, disse que prefere ficar preso, pois lá recebe comida na mão e tem outras mordomias. “É bem melhor dentro da cadeia. Estou querendo voltar (para o presídio), mas eles não estão querendo me levar”, afirmou.

Ouça a entrevista completa da Rádio Teófilo Otoni

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade