Publicidade

Estado de Minas

Motorista embriagado atropela homem na Avenida Amazonas

O acidente aconteceu próximo ao Bairro Camargos, na Região Oeste da cidade. Vítima teve fratura exposta em uma das pernas. O teste do etilômetro deu o dobro da medida considerada crime de trânsito


postado em 13/09/2018 13:40 / atualizado em 13/09/2018 13:51

Motorista foi detido e encaminhado para o Detran(foto: Reprodução/Google Street View)
Motorista foi detido e encaminhado para o Detran (foto: Reprodução/Google Street View)

A mistura entre bebidas alcoólicas e a direção de um veículo novamente provocou um grave acidente em Belo Horizonte. Um homem de 37 anos foi atropelado na Avenida Amazonas, próximo ao Bairro Camargos, na Região Oeste. O motorista do carro foi perseguido por um Guarda Municipal, que flagrou a ocorrência, e preso. O condutor passou pelo teste do etilômetro que deu o dobro da medida considerada crime de trânsito.

O acidente aconteceu por volta das 5h15. De acordo com a Polícia Militar (PM), um guarda seguia em uma motocicleta pela Avenida Amazonas, quando visualizou o condutor do carro atropelar um pedestre e fugir do local sem prestar socorro. O acidente aconteceu próximo ao número 9.463 da via.

O guarda perseguiu o carro até próximo ao número 7.611, quando conseguiu alcançá-lo. O motorista, Mike Martins dos Santos, de 22 anos, foi abordado e desceu do veículo. Durante a conversa, notou que o condutor apresentava sintomas de ter ingerido bebidas alcoólicas. Por causa disso, deu voz de prisão a ele.

A PM foi acionado e Mike passou pelo teste do bafômetro. O resultado, segundo consta no boletim de ocorrência, foi de 0.68 miligramas de álcool por litro de ar expelido dos pulmões. Ele teve a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) recolhida, e recebeu uma multa de R$ 2.934,70. Neste caso, a infração é considerada gravíssima. O condutor perde de sete pontos no prontuário do motorista. Ele responderá ainda a processo criminal, com pena de detenção de seis meses a três anos, multa e suspensão ou proibição de obter permissão ou habilitação. O veículo dele estava com o licenciamento atrasado. O carro foi removido para o um pátio do Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran/MG).

Consta no boletim de ocorrência da PM a versão do motorista, que disse aos policiais que não visualizou o atropelamento. Já a vítima informou que estava no meio da avenida quando foi atropelado. Disse, ainda, que o motorista tentou uma ultrapassagem forçada antes e o atingir. O guarda municipal contou que o carro estava em alta velocidade.

A vítima do acidente sofreu fratura exposta e uma das pernas e ferimentos na cabeça. Ela foi socorrida e encaminhada para o Hospital Municipal de Contagem. O motorista foi encaminhado para a delegacia de Plantão do Detran.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade