Publicidade

Estado de Minas

Motociclista morre ao ser atingido por carro de motorista com sinais de embriaguez

Batida ocorreu em um cruzamento no Bairro Melo e a moto foi arremessada a uma distância de 100 metros. Cinco pessoas foram detidas pela polícia


postado em 24/08/2018 10:35 / atualizado em 24/08/2018 19:28

 
A moto de Fabiano Pereira da Silva, de 26 anos, foi arremessada com o impacto da batida(foto: Reprodução da internet/WhatsApp)
A moto de Fabiano Pereira da Silva, de 26 anos, foi arremessada com o impacto da batida (foto: Reprodução da internet/WhatsApp)
Um motociclista morreu após ser atingido violentamente por um Golf no cruzamento das ruas Tupis e Tupinambás, no Bairro Melo, em Montes Claros, Norte de Minas Gerais. O acidente foi no início da manhã desta sexta-feira. Com o impacto da batida, a moto foi arremessada por uma distância de 100 metros. O motorista suspeito de provocar o acidente foi preso por apresentar sintomas de ter ingerido bebida alcoólica. Também foram detidas mais quatro pessoas que estavam no carro e uma mulher que tentou interferir na ocorrência.

O motociclista morto no acidente, identificado como Fabiano Pereira da Silva, de 26 anos, seguia pela Rua Tupis, no sentido Bairro Melo/Bairro Todos Santos, quando foi atingido no cruzamento com a Rua Tupinambás pelo motorista do Golf, que teria desobedecido a placa de parada obrigatória. Com a batida, o carro saiu desgovernado e bateu em um poste, ficando parcialmente destruído.


Motorista tentou fugir e se escondeu na casa de uma mulher, mas acabou detido. Ela também foi levada para a delegacia(foto: Reprodução da internet/WhatsApp)
Motorista tentou fugir e se escondeu na casa de uma mulher, mas acabou detido. Ela também foi levada para a delegacia (foto: Reprodução da internet/WhatsApp)


A suspeita é que o motorista  do Golf e os demais ocupantes do veiculo estariam retornando de uma festa.  Ainda conforme a Policia Militar, o condutor tentou fugir, entrando em uma casa nas proximidades, onde uma mulher procurou acobertá-lo, dificultando o trabalho dos policiais. O motorista, os outros quatro ocupantes do veículo e a mulher acabaram detidos e levados para a delegacia.

Em entrevista coletiva no final desta tarde, a delegada da Polícia Cívil, Aurea Alessandra Freitas, responsável pelo caso, disse que Alan vai responder por homicídio doloso.

O homem foi autuado em flagrante e levado para o Presídio Regional de Montes Claros,
 onde permanece à disposição da justiça.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade