Publicidade

Estado de Minas

Prefeitura de Contagem promete criação de nova estação do metrô na cidade

No total, investimentos no meio de transporte serão de cerca de cerca de R$ 170 milhões, com recursos do Ministério das Cidades; obras para contenção de enchentes também estão no cronograma


postado em 27/08/2018 19:42 / atualizado em 28/08/2018 08:06

(foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press)
(foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press)


Em entrevista coletiva na noite desta segunda-feira, o prefeito de Contagem, Alex de Freitas (PSDB), e o ministro das Cidades, Alexandre Baldy, anunciaram um investimento de valores entre R$ 150 milhões e R$ 170 milhões para expandir o metrô de Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. O projeto prevê uma nova estação na cidade, chamada Novo Eldorado, localizada no bairro de mesmo nome, por meio de financiamento concedido à prefeitura. A previsão é de que as obras durem até o final de 2020. Para que o projeto saia do papel, entretanto, o contrato para garantir a disponibilidade dos recursos precisa ser assinado até dezembro. Isso porque o presidente Michel Temer (MDB) não é candidato à reeleição e as decisões tomadas por seu ministério podem ser revogadas pelo novo governo, que assumirá o Executivo federal em 2019.

Em outubro de 2017, o prefeito Alex de Freitas já havia anunciado a implantação da estação, garantindo que as obras começariam em maio deste ano. Ele creditou o atraso à “burocracia que impera” nas negociações. Perguntado sobre o prazo curto para assinatura do contrato, o prefeito afirmou que pretende firmar o documento em outubro para que as negociações não retornem à estaca zero.

O ministro Baldy negou que a mobilização tenha objetivos eleitorais. Segundo ele, não há possibilidade de o projeto ser suspenso por falta de recursos enquanto ele permanecer como ministro. Após a celebração do contrato, cabe à Prefeitura de Contagem alinhar as obras junto à Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU). Procurada, a CBTU informou que somente o Ministério das Cidades e a Prefeitura de Contagem respondem pela questão.

O projeto prevê o alongamento da linha do metrô já existente em mais 1,5 quilômetro. Quando a obra foi prometida no ano passado, os investimentos alcançariam R$ 157,7 milhões. Entretanto, Alexandre Baldy afirmou que houve reparos nesse planejamento, o que pode alterar o valor total da ampliação.

A prefeitura anunciou ainda a implantação da Avenida Maracanã, na Regional Sede. Com ela, o Executivo municipal pretende melhorar o saneamento básico e a contenção de enchentes. A promessa do ministro Alexandre Baldy é de investimentos da pasta no projeto da ordem de R$ 302 milhões. A previsão é de que as máquinas comecem a operar em março e as obras durem dois anos e meio. “A Prefeitura de Contagem está liberada para contratar esses recursos, imediatamente, pelo Programa Avançar Cidades – Saneamento”, afirmou Baldy.

De acordo com o prefeito, um trecho das obras é de saneamento e o restante, “de avenida sanitária”, para driblar pontos de alagamentos. “Mas o mais importante dessa obra, na nossa avaliação, é que ela leva desenvolvimento para uma região muito pobre”, ressaltou Alex de Freitas. Segundo a prefeitura, mais de 100 mil pessoas serão beneficiadas pelas obras, que também vão facilitar o acesso à estação Eldorado do metrô.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade