Publicidade

Estado de Minas

Batida entre ônibus com pacientes e carro mata quatro na BR-381

Acidente ocorreu no sentido Belo Horizonte e há feridos. O ônibus, que transportava 45 pacientes da cidade de Araçuaí para BH, chegou a tombar na pista


postado em 27/08/2018 08:49 / atualizado em 27/08/2018 19:06

(foto: Reprodução da internet/WhatsApp)
(foto: Reprodução da internet/WhatsApp)


Um acidente envolvendo um carro e um ônibus interditou parcialmente na manhã desta segunda-feira a BR-381, em São Gonçalo do Rio Abaixo, na Região Central de Minas. O ônibus é terceirizado da Secretaria Municipal de Saúde de Araçuaí, no Vale do Jequitinhonha, e tranportava 45 pacientes para tratamento na capital mineira. Houve congestionamento nos dois sentidos. A princípio, quatro pessoas morreram. 

A ocorrência foi registrada no km 379. Uma das possíveis causas, é problemas mecânicos. “O ônibus vinha sentido Vitória / BH, em uma descida de serra. Parece que ele perdeu o freio, colidiu na traseira do Palio, arremessando para fora da pista, e logo em seguida tombou às margens da rodovia”, disse o inspetor Aristides Júnior, chefe do Núcleo de comunicação da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Minas.   “Ocupante do Palio teve lesões, os quatro óbitos são do ônibus, porque ele tombou sobre as pessoas”, contou.

Segundo o Corpo de Bombeiros, foram 49 pessoas feridas no acidente, além dos quatro óbitos. Os feridos foram encaminhados para hospitais de João Monlevade, São Gonçalo do Rio Abaixo, Itabira, e Belo Horizonte.

(foto: Reprodução da internet/WhatsApp)
(foto: Reprodução da internet/WhatsApp)


De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a pista precisou ser parcialmente fechada para o atendimento às vítimas. Segundo a PRF, ao 12h, havia filas longas em ambos os sentidos. A previsão é de que o trânsito fosse liberado até ás 13h.



A secretaria de saúde de Araçuaí a empresa Diogo Turismo foi contratada para o transporte de pacientes para Belo Horizonte. "A situação do veículo é regular e foi contratada mediante licitação", explicou. 



Na porta da prefeitura foi montada uma tenda para atender os parentes das vítimas e repassar informações. Integram a equipe assistente social e psicólogos para receber essas pessoas.

A secretaria também esclareceu que ainda hoje a prefeitura deve divulgar o nome das vítimas. Duas crianças estavam no ônibus, mas não se machucaram. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade