Publicidade

Estado de Minas

Encontro Gastrô homenageia os melhores de 2018; confira os ganhadores

Cerca de 800 convidados celebraram os vencedores das 39 categorias da mais influente publicação de gastronomia de Minas Gerais


postado em 20/08/2018 21:46 / atualizado em 21/08/2018 17:34

Ver galeria . 7 Fotos Vencedores da categoria
Vencedores da categoria "Profissionais" no Encontro Gastrô 2018 (foto: Marcos Vieira/EM/D.A Press )
Ao som do saxofone de Leo Moura, 800 convidados foram recepcionados no Teatro do Minas Tênis Clube para a premiação da Encontro Gastrô – O Melhor de BH 2018. O evento, que ocorreu na noite desta segunda-feira, é uma realização da Revista Encontro, Diários Associados e jornal Estado de Minas. “É um prêmio que nos indica se estamos no caminho certo, mesmo com tanta gente nova no mercado”, diz Fernanda Bicalho, do alemão Haus München, que levou o troféu por duas categorias: Melhor Carta de Cervejas e Melhor Cozinha do Mundo. “E imagina a nossa honra ter a melhor carta de cervejas em um polo cervejeiro como Belo Horizonte?”, comemora. E se o assunto é cerveja, neste ano a própria Gastrô ganhou um rótulo para chamar de seu. O Albanos criou uma pale ale exclusiva com o nome da publicação, que foi servida durante a festa.

Além de indicar os melhores endereços e profissionais da capital, a mais influente publicação de gastronomia de Minas Gerais tem como principal função fomentar uma das áreas que mais representam a cultura do nosso estado. O setor de alimentação fora do lar gera mais de 800 mil empregos diretos e movimenta cerca de R$ 28 bilhões por ano em Minas. Só na capital, são 22.524 empresas atuando no segmento, segundo a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel). “É muito estimulante para todos nós, que nos dedicamos o ano inteiro, todos os dias, dentro dos nossos estabelecimentos”, afirma Pablo Teixeira, do Cabernet Butiquim. Pela primeira vez, sua casa, que serve bons vinhos sem complicações e muita descontração, foi eleita o Melhor Bar/Botequim da cidade. Outro novato, o chef Mateus Gontijo, consagrou seu L’Amour Bistrot Cabaret, no Vila da Serra, como Restaurante Revelação. “Que ansiedade é essa? Meu Deus!”, repetia sempre que encontrava um amigo.

Se há gente nova no mercado, destaque também àqueles que atravessam décadas no topo. É o caso de Taste-Vin, que acaba de completar 30 anos de história, e levou três categorias: Melhor Restaurante de BH, Melhor Carta de Vinhos e Melhor Francês. Para o chef Rodrigo Fonseca, a perfeição mora nos detalhes. Sua casa está sempre impecável para receber os clientes, das flores frescas que perfumam o ambiente ao menu, marcado por receitas francesas como o Pintade Rôtie avec Sa Sauce, galinha-d’angola grelhada em seu próprio molho e batata dauphinoise, que aparece na capa da edição.

Com apresentação da professora-celebridade Cíntia Chagas e do ilusionista Luiz Fosc, a premiação contou com 39 categorias, divididas em Lanches e Guloseimas, Diversão, Restaurantes e Profissionais. Subiram ao palco também o chef Ivo Faria (que viu seu Vecchio Sogno ser eleito o Melhor Italiano) e o sommelier Denis Marconi, do Taste-Vin. Os dois ganharam cinco vezes consecutivas e, por isso, entraram para a categoria Hors concours. “É importante dar chance a outros colegas que também estão aí batalhando”, afirma Denis.

CONSAGRAÇÃO


O grande momento da noite foi a consagração do chef Leonardo Paixão, que conquistou – de novo – o título de Melhor Chef de BH. Assim, a partir de agora ele entra para o time dos melhores, junto com Denis e Ivo. “Às vezes, eu fico até assustado, me olho no espelho e me pergunto quem é esse cara que ganha tantos prêmios, tanto reconhecimento. Sou apenas um menino que gosta de picar uma cebola e jogar na panela”, afirma Leo, que vive um momento especial: além de continuar à frente do Glouton, que disputou ponto a ponto com o Taste-Vin como Melhor Restaurante da cidade e assegurou o título de Melhor Cozinha Contemporânea, acaba de abrir o Nicolau Bar da Esquina, no Horto.

A casa é a realização de um antigo sonho do chef, de democratizar sua gastronomia, tornando-a cada vez mais acessível. “Desde sempre banquei a gastronomia mineira. A minha cozinha é capaz de gerar emoção porque, mesmo com um acabamento sofisticado, o cliente vai se lembrar da comida da mãe, da avó”, explica. E em breve, mais gente terá a chance de experimentar o tempero do chef. Ele deve abrir uma “portinha” no Mercado Central ainda neste ano. Lá, entre outras receitas, estará à venda o seu famoso hot dog feito com salsicha artesanal. “Meus amigos adoram”. O público certamente também vai gostar. Porque tudo o que nosso novo hors concours faz tem a cara das Gerais, o sabor da roça, dos quintais. E paixão é o que faz da gastronomia mineira única. Uma cozinha rica em sabores, histórias e sentimentos.

Os premiados por Encontro Gastrô – O Melhor de BH 2018

LANCHES E GULOSEIMAS


Bufê de festa – Rullus Buffet

Cafeteria – Noete Café Clube

Chocolateria – Fany Bombons

Confeitaria e Salgados – Boca do Forno

Hambúrguer – Madero

Padaria – Boníssima

Pão de queijo – Verdemar

Gelateria/Sorveteria – Lulo Gelatto

Novidade do ano/Lanches e guloseimas – Doce Docê


DIVERSÃO


Festival Botecar 2018 – Bazin Bar

Bar/Botequim – Cabernet Butiquim

Carta de cervejas – Haus München

Carta de drinques – MeetMe At The Yard

Choperia – Templo Cervejeiro Backer

Balada – Hangar 677

Novidade do ano/Diversão – Mercado da Boca


RESTAURANTES


Bufê self-service – Projeto Sabor

Churrascaria – Fogo de Chão

Cozinha light/Salada – Santafé

Peixes/Frutos do mar – Alguidares

Pizzaria – Olegário Pizza e Forneria

Restaurante tradicional – Casa dos Contos

Cantina/Trattoria – Anella Ristorante

Cozinha do mundo – Haus München

Cozinha mineira – Dona Lucinha

Português – Restaurante do Porto

Japonês – Udon

Bistrô – D’Artagnan

Carne/Parrilla – La Macelleria

Cozinha contemporânea – Glouton

Cozinha variada – Mercado Grano

Italiano – Vecchio Sogno

Francês – Taste-Vin

Carta de vinhos – Taste-Vin

Restaurante revelação – L'Amour Bistrot Cabaret

Melhor restaurante de BH – Taste-Vin


PROFISSONAIS


Maître – Denise Rache

Sommelier – Thiago Fernandes

Chef revelação – Saulo Fernandes

Chef – Leonardo Paixão

Chef hors concours – Ivo Faria

Sommelier hors concours – Denis Marconi

*Vinculada à Revista Encontro

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade