Publicidade

Estado de Minas

Pai agride idoso suspeito de assediar menina de 9 anos pelo WhatsApp

Suspeito é inquilino da avó da menina e assumiu ter mandado mensagens para ela, mas negou que o conteúdo fosse impróprio. Ele precisou de atendimento médico


postado em 06/08/2018 10:11 / atualizado em 06/08/2018 10:13

Revoltado com o conteúdo das mensagens, pai da menina destruiu o celular dela(foto: Pixabay)
Revoltado com o conteúdo das mensagens, pai da menina destruiu o celular dela (foto: Pixabay)

Um idoso de 75 anos foi parar no hospital após ser agredido pelo pai de uma menina de 9 anos na noite domingo em Confins, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Segundo a Polícia Militar (PM), parentes da criança disseram que ele mandou mensagens de conteúdo libidinoso para o WhatsApp da criança. 

Segundo a Polícia Militar, o idoso é inquilino da avó da menina e mora no mesmo lote, no Bairro Tavares. A criança frequentava a casa da família quando a mãe dela estava lá atendendo como manicure. Nesse domingo, um dos tios da menina pediu para ver o celular dela e encontrou mensagens de conteúdo libidinoso enviadas pelo suspeito, com elogios e conteúdos impróprios para a idade dela. 

Revoltado, o pai da menina destruiu o celular. A PM foi chamada. Enquanto os policiais ouviam e orientavam os parentes sobre as providências, o pai da menina invadiu a casa do suspeito e deu um soco nele. As agressões não continuaram porque ele foi contido pelos policiais e outros familiares.

De acordo com a PM, o idoso confirmou ter mandado mensagens para a criança, mas negou que o conteúdo fosse impróprio. Ele foi levado para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Vespasiano. A ocorrência foi encaminhada à delegacia da cidade. 


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade