Publicidade

Estado de Minas

Jubileu da padroeira de Minas começa neste domingo com atos de fé

Entre os destaques das celebrações (veja quadro) no alto da Serra da Piedade, em Caeté, está a abertura, em 15 de setembro, do processo de beatificação de monsenhor Domingos Evangelista Pinheiro (1843-1924)


postado em 15/07/2018 06:00 / atualizado em 15/07/2018 08:20

No alto da Serra da Piedade, o jubileu reunirá fiéis em missas e romarias e ainda será palco da abertura do processo de beatificação de Monsenhor Domingos(foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press. )
No alto da Serra da Piedade, o jubileu reunirá fiéis em missas e romarias e ainda será palco da abertura do processo de beatificação de Monsenhor Domingos (foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press. )

Começa neste domingo o jubileu de Nossa Senhora da Piedade, padroeira de Minas, que terá ampla programação, conforme divulgado pela Arquidiocese de Belo Horizonte. Entre os destaques das celebrações (veja quadro) no alto da Serra da Piedade, em Caeté, está a abertura, em 15 de setembro, do processo de beatificação de monsenhor Domingos Evangelista Pinheiro (1843-1924), natural de Caeté e chamado de O evangelista da Piedade – caso seja beatificado e posteriormente canonizado, Monsenhor Domingos, como ficou conhecido, será o primeiro santo nascido na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Embora tenha atuado na capital, com ações pastorais e sociais, o Beato Padre Eustáquio (1890-1943) era natural da Holanda.

De acordo com informações da arquidiocese, a missa de hoje será na Basílica Ermida da Padroeira de Minas Gerais – Nossa Senhora da Piedade e celebrada pelo arcebispo metropolitano dom Walmor Oliveira de Azevedo. Ainda hoje, terá início a oração das novenas jubilares, dedicada às crianças, com a realização também do 8º Encontro das Orações Jubilares. Em 15 de agosto, a novena será para os jovens. A expectativa é de que milhares de pessoas visitem a Serra da Piedade, que recebe anualmente mais de 500 mil pessoas.

À frente do processo de beatificação de Monsenhor Domingos está a Congregação das Irmãs Auxiliares de Nossa Senhora da Piedade (Ciansp), e as religiosas adiantam que há testemunhos de milagres, os quais serão posteriormente analisados pela Congregação para a Causa dos Santos, no Vaticano. A história do religioso – fundador, em 1892, da Irmandade Nossa Senhora da Piedade, que deu origem à Ciansp – está ligada ao antigo Instituto ou Asilo São Luiz, atual Recanto Monsenhor Domingos, aos pés da serra, onde, aos 28 anos, chegou Maria da Conceição Santos, a Irmã Benigna Victima de Jesus (1907-1981), natural de Diamantina, no Vale do Jequitinhonha, cujo processo aberto em 2011 tramita na Santa Sé desde 2013. O local foi fundado pelo monsenhor, em 1878, para acolher crianças pobres e filhas de escravos libertadas pela Lei do Ventre Livre (1871).

CRIANÇAS INDEFESAS
Segundo as religiosas da Ciansp, as estruturas criadas pelos homens, na Lei do Ventre Livre, representaram forte ameaça à vida das crianças indefesas. E os ensinamentos do monsenhor estão bem atuais, já que, “no coração de monsenhor Domingos Evangelista Pinheiro surgiu o apelo evangélico de trabalhar, continuamente, o processo de conversão para transformar, por dentro, as estruturas da sociedade, para se respeitar e promover a dignidade das pessoas”.

E mais: “No ventre da terra, com atitude misericordiosa, monsenhor Domingos fundou o Instituto São Luiz, para acolher filhas de mulheres escravas. Em resposta à injustiça deixada pela lei humana, ele foi o verdadeiro ventre livre a acolher a humanidade escravizada, foi o solo da terra santa e bálsamo para a alma ferida. Sendo ele o Evangelista da Piedade, por meio de sua sincera caridade, permitiu que pessoas escravas se tornassem fecundas, geradas e arvorecidas no projeto libertador de Jesus Cristo”.

 

 

RELIGÃO NAS ALTURAS
Confira a programação do jubileu de Nossa Senhora da Piedade, na Serra Piedade, em Caeté

Hoje
15h – Missa na Basílica Ermida da Padroeira de Minas Gerais – Nossa Senhora da Piedade, celebrada pelo arcebispo metropolitano de Belo Horizonte, dom Walmor Oliveira de Azevedo. Em seguida, início das novenas jubilares, desta vez dedicadas às crianças

Dia 29 de julho
Romaria dos vicentinos, com chegada prevista para as 11h

Dia 15 de agosto
Romaria da juventude, com chegada prevista para as 11h

Dia 25 de agosto
Peregrinação dos integrantes do Terço dos Homens

Dia 15 de setembro
Manhã – Romaria dos integrantes do Apostolado da Oração
15h – Abertura do processo de beatificação de monsenhor Domingos Evangelista Pinheiro, natural de Caeté e chamado de O evangelista da Piedade

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade